Marcos Campos completa a Capri-Nápoles

14/07/2017

Facebook Twitter

O nadador Marcos Campos – Foto: Flavio Perez/OnBoard Sports

Há duas semanas a dupla de brasileira Patrícia Farias e Vitor Gadelha conseguiu com sucesso completar a Maratona do Golfo – Travessia Capri-Nápoles, atravessando a nado os 36 km que separam os dois pontos da Itália. Esta não é prova tradicional que faz parte do Grand Prix da Fina e sim uma versão aberta mas com o mesmo percurso da consagrada travessia. Hoje outro nadador se juntou ao time de brasileiros que já concluíram o desafio: Marcos Campos. O experiente atleta de águas abertas, que tem no currículo outras conquistas como a Travessia de Key West e Travessia do Leme ao Pontal, nadou o percurso em 7h37min imprimindo um bom ritmo de prova.

O nadador paulista teve mais uma vez o suporte e treinamento de Samir Barel, velho parceiro de provas e que já completou esta travessia duas vezes. Curiosamente, Samir esteve na Itália há duas semanas acompanhando seu atleta Vitor Gadelha. Ao completar a prova Marcos escreveu em suas redes sociais que o que menos importava era ter recebido o troféu pela conquista de ter atravessado de Capri até Nápoles. Para ele o mais importante foi toda a experiência adquirida neste desafio.

“Que experiência, que oportunidade de poder nadar esta prova. Tive uma largada super tranquila, mas depois de um tempo o mar ficou bem batido e com muito vento, afinal, isso é maratona aquática. Estou sem palavras para descrever a energia recebida de todos os amigos, familiares e amantes do esporte”, escreveu o atleta que também agradeceu ao amigo e técnico Samir Barel e a esposa pelo resultado nas águas do Mar Mediterrâneo. (Assista acima ao momento da chegada de Marcos a praia de Nápoles).

Em setembro acontecerá a tradicional Travessia Capri-Nápoles válida pelo Grand Prix da Fina e que soma pontos ao circuito internacional de longas distância da entidade. A prova também tem 36 km e costuma contar com a participação de nadadores de elite. Em 2014 a brasileira Ana Marcela Cunha foi a campeã da prova e bateu o recorde da travessia com o tempo de 6h24min47s.

Por Guilherme Freitas

Tags

Águas abertas Marcos Campos Samir Barel Travessia Capri-Nápoles