Matthew Webb: o pioneiro do Canal da Mancha

Conheça um pouco mais da história do primeiro homem a atravessar a nado o mítico canal no norte da Europa

25/09/2019 - Raul Hacker

Facebook Twitter

A travessia do Canal da Mancha é a prova mais nobre e famosa das águas abertas. Todo o nadador de águas abertas já ouviu falar pelo menos uma vez na vida nesta prova que anualmente leva dezenas de atletas as águas geladas do canal para tentar concluir a prova. Uma lista seleta de lendas e grandes nadadores já atravessaram o estreito que separa o norte da França do sul da Inglaterra. Mas para que essa prova chegasse a esse status de importância foi necessário haver um início. E hoje seria o aniversário deste pioneiro: o capitão Matthew Webb.

Nascido há exatos 169 anos, no dia 19 de janeiro de 1848, Webb entrou para a história do esporte a se tornar a primeira pessoa a realizar a travessia do Canal no Mancha a nado e sem auxílio nenhum de equipamentos. Durante toda sua vida ele foi um apaixonado pela natação e era famoso pela grande resistência de nadar grandes distâncias. Ainda na juventude ingressou na marinha britânica onde fez carreira até chegar ao posto de capitão. Em uma de suas missões pela marinha ele acabou ganhou projeção nacional quando tentou salvar a vida de um homem que se afogava nas águas do Oceano Atlântico e ganhou uma medalha pelo ato de bravura.

O capitão Matthew Webb - Foto: Reprodução

O capitão Matthew Webb – Foto: Reprodução

Ao ler em um jornal sobre uma tentativa frustrada da travessia no Canal da Mancha Webb resolveu encarar o desafio. Motivado treinou e se preparou por alguns anos para tentar registrar o feito. No dia 12 de agosto de 1875 ele fez sua primeira tentativa, mas os fortes ventos o obrigaram a recuar. Duas semanas depois, no dia 24 de agosto ele partiu de Dover a caminho de Calais. Sem nenhum auxílio técnico e vestindo apenas um maiô, Webb cobriu seu corpo com óleo para se proteger do frio e caiu nas gélidas águas do canal. Após 21h45min ele finalmente chegou a costa francesa e tornou-se o primeiro ser humano a atravessar a nado o Canal da Mancha.

Durante a prova Webb tomou café e cerveja, comeu bacon e óleo de fígado de bacalhau além de nadar em zigue-zague devido as correntes, o que aumentou em dezenas de quilômetros o percurso da prova. Após a travessia bem-sucedida ele foi saudado como um grande herói nacional e passou a viajar pelo mundo divulgado a natação e seu feito. Como já havia atravessado o Canal da Mancha passou a desafiar novas águas internacionais e realizar eventos de resistência e longas durações. Em 1883 ele tentou atravessar a nado o Rio Niágara, que fica abaixo das famosas cataratas, porém, no meio do caminho acabou entrando em um redemoinho e veio a falecer, fazendo aquilo que mais adorava.

Pintura mostra como teria sido o desembarque de Webb em Calais - Foto: Reprodução

Pintura mostra como teria sido o desembarque de Webb em Calais – Foto: Reprodução

O capitão Matthew Webb deixou um enorme legado para a natação em águas abertas, sendo eternizado no Hall da Fama das águas abertas em 1863 e no Hall da Fama da natação em 1865. Após seu sucesso muitos nadadores passaram a realizar a Travessia do Canal da Mancha e a adotar as águas abertas como estilo de vida. “Nada grandioso é fácil”. Essa é a frase que esta registrada em seu memorial na cidade Dawley. Uma afirmação perfeita para representar o que o feito de Webb significa.

Tags

Águas abertas curiosidade história Matthew Webb Travessia do Canal da Mancha

Raul Hacker

Equipe SWIM CHANNEL.

Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/wwswim/public_html/wp-content/themes/theme-swimchannel/single-noticia.php on line 53

Notícias relacionadas


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/wwswim/public_html/wp-content/themes/theme-swimchannel/single-noticia.php on line 60