Michael Phelps ministra palestra em São Paulo

08/11/2017

Facebook Twitter

Michael Phelps durante a palestra em São Paulo – Foto: Openspace

Depois de conquistar seis medalhas olímpicas e consagrar-se como o maior atleta olímpico de todos os tempos, Michael Phelps voltou ao Brasil. Não foi ao Rio de Janeiro, cidade que certamente esta guardada em seu coração, e sim a São Paulo. O agora ex-nadador esteve nesta quarta-feira na capital paulista para ministrar uma palestra ao lado de seu eterno técnico Bob Bowman no HSM Educação Executiva, um evento voltado para líderes, empresários e empreendedores. No evento a dupla falou muito sobre as conquistas na piscina e sobre como moldar uma mentalidade vencedora.

Phelps e Bowman falaram durante uma hora e meia para um auditório lotado. Uma plateia formada em sua grande maioria por pessoas que não são do universo da natação, mas que mostrou bastante interesse em ouvir o maior campeão olímpico de todos os tempos. Phelps contou um pouco de como foi seu começo na natação e dos objetivos que tinha em mente quando era garoto. Jamais esperava que se tornaria o maior campeão de todos os tempos, mas sempre teve vontade em triunfar nas piscinas e deixar seu nome registrado na história do esporte. “Eu acreditava em mim o tempo inteiro, mesmo nos momentos de altos e baixos. Eu acreditava que conseguiria fazer tudo o que eu quisesse fazer”, disse.

Bowman e Phelps durante a palestra - Foto: Openspace

Bowman e Phelps durante a palestra – Foto: Openspace

Outro fato bastante detalhado na apresentação foi a relação entre técnico e atleta. Phelps e Bowman começaram a trabalhar juntos desde que o ex-nadador tinha 11 anos de idade e ambos criaram um forte vínculo que nem algumas discussões e desentendimentos ao longo do tempo puderam abalar. Inclusive, Phelps nomeou seu filho como Boomer, em homenagem ao mentor. Sobre a parceria que chamou de “equipe vencedora”, disse que o papel de Bowman em sua carreira foi essencial. “Sempre quis fazer algo grandioso ao longo da minha carreira e Bob sempre me incentivou a progredir. Ele dizia que se você retirar o ‘não consigo’ e substituir por ‘como eu posso fazer isso?’, você consegue solucionar problemas e realizar seus sonhos porque você já trabalhou nesse sentido”, relembrou.

Bowman também disse que o fato de Phelps ser um sujeito competitivo e focado em sempre ser o melhor o ajudou nessa caminhada. “Minha função como técnico é sempre deixar os atletas em uma situação desconfortável. Eles não podem ficar sempre na zona de conforto e acomodados, caso contrário não haverá progresso. Michael sempre foi competitivo e entendeu este espírito. Busquei sempre motivá-lo e deixá-lo focado no treinamento para evoluir. Ele nunca tolerou ser o segundo colocado, nunca suportou a dor da derrota e é por isso que se preparou tanto ao longo da carreira e colheu os resultados que plantou”, afirmou Bowman.

Vista do auditório lotado durante a palestra de Phelps e Bowman - Foto: Openspace

Vista do auditório lotado durante a palestra de Phelps e Bowman – Foto: Openspace

Esta foi a primeira vez que Phelps retornou ao país após sua despedida das piscinas no Rio-2016. Antes de subir ao palco da HSM Expo o ex-nadador bateu um papo e tirou uma foto com um grupo de jovens nadadores da equipe do Clube Paineiras do Morumby. Contando um pouco mais sobre suas carreiras e suas conquistas, com certeza Phelps e Bowman inspiraram e motivaram ainda mais o público presente.

Por Guilherme Freitas

Tags

Bob Bowman HSM Educação Executiva Michael Phelps motivação natacao palestra