Mireia Belmonte e o programa de provas para Tóquio

Campeã Olímpica, a espanhola já voltou a treinar em Barcelona e revelou seus objetivos até os Jogos

01/06/2020 - Katarine Monteiro

Facebook Twitter
Mireia Belmonte - Foto: Divulgação
Mireia Belmonte - Foto: Getty Images

Mireia Belmonte - Foto: Getty Images

Mireia Belmonte - Foto: Divulgação

A campeã olímpica, Mireia Belmonte, já voltou aos treinos no Centro de Alto Rendimento de Sant Cugat, em Barcelona. A espanhola treina na água desde o dia 18 de maio, quando o centro foi reaberto, ele estava fechado devido à pandemia do coronavírus

Mireia deu uma entrevista para o canal espanhol RTVE Teledeporte em que falou sobre o período de quarentena e novos desafios para os Jogos Olímpicos de Tóquio. A nadadora ficou mais de 60 dias sem treinar e contou sobre o que foi mais difícil para manter em forma: seu corpo ou mente.

“Ambos foram difíceis, o corpo é mais difícil porque não treinamos na água por muito tempo e é sempre mais difícil começar de novo. Durante o confinamento, realizamos muitos exercícios básicos, abdominais e cardio, além de exercícios de visualização, por exemplo, imaginando nossa melhor prova na água; portanto, quando pulamos na água, estamos mentalmente mais acostumado a isso”, comentou.

Mireia Belmonte – Foto: Getty Images

Do grupo de treinamento de seu treinador Fred Vergnoux são três nadadores da seleção nacional que já estão treinando em Sant Cugat. Ela comentou sobre sua volta aos treinos na piscina. “Toda semana sem nadar é muito difícil de recuperar, e já se passaram nove semanas, por isso será uma longa jornada. Temos que ser pacientes e saber que não é uma questão de um dia, precisamos recuperar o contato com a água e também resistência e velocidade, e para isso precisamos de muito treinamento”, disse.

Sobre o programa olímpico, Belmonte contou seus principais objetivos para a próxima edição dos Jogos. “O objetivo principal é  ir a Tóquio e estar no topo do pódio. Mas ainda há um longo caminho a percorrer e tudo não está claro. Temos que ver o planejamento da temporada e ver como a situação evolui e como podemos treinar. Vamos ver se podemos competir fora da Espanha e seguir um calendário o mais normal possível”, disse.

A campeã olímpica dos 200m borboleta no Rio-2016 terá um programa de provas recheado. Ela começa nadando os 400m medley, depois os 400m livre. Em um dia, serão duas finais: os 200m medley e os 1500m livre.

Mireia Belmonte – Foto: Divulgação

“Mais um dia de competição foi adicionado e também mais uma prova. O cronograma da competição é mais ou menos o mesmo. Eu vou nadar o maior número possível de provas, porque dessa forma tenho muito mais chances e meu plano de treinamento me permite fazê-lo”, completou.

Sobre suas rivais Katie Ledecky, Katinka Hosszu, Boglarka Kapas, entre outras, a espanhola lembrou que todos os nadadores agora estão na mesma posição. “O que sei é que muitas das minhas rivais treinaram durante o confinamento porque seus países permitiram. Mas agora todos os nadadores do mundo estão na mesma posição. Não temos competições à vista, então acho que agora só podemos treinar duro e, quando a temporada começar, dar uma olhada no ranking mundial e ver quais são os rivais mais perigosos”, finaliza Mireia.

Clique aqui para ler a entrevista na íntegra com Mireia Belmonte no site da RTVE Teledeporte.

Tags

Jogos Olímpicos Mireia Belmonte natacao Tóquio-2020 Tóquio-2021

Katarine Monteiro

Jornalista da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas