Nadando na altitude de La Loma

09/02/2016

Facebook Twitter

Tradicionalmente no início de cada temporada alguns nadadores de vários países, inclusive do Brasil, arrumam as malas e embarcam para subir muitos e muitos metros acima do nível do mar. Sierra Nevada (Espanha), Flagstaff (Estados Unidos) e La Loma (México) são alguns dos destinos mais procurados por atletas que buscam estes locais estratégicos e todos estão 2.000m acima do nível do mar. Realizar treinamentos em altitude ajuda na melhora da potência aeróbica e no trabalho anaeróbio, já que há menos oxigênio e a pressão atmosférica no ambiente forçando o nadador a se superar.

Ano passado apresentamos em nosso blog um resumo sobre o famoso Centro de Alto Rendimento de Sierra Nevada, onde na ocasião diversos nadadores brasileiros estavam treinando por lá. Desta vez vamos abordar outro local bastante popular entre os brasileiros: o La Loma Centro Deportivo.

Localizado em na cidade e San Luis de Potosí, na região central do México, esse centro de treinamento passou a ser bastante procurado por nadadores de todo o mundo visando trabalhos na altitude. Inaugurado em 2003, o moderno complexo não é exclusivamente dedicado a natação. Mesmo contando com duas piscinas (uma coberta de 50 metros e outra descoberta de 20 metros), o centro atlético recebe constantemente atletas de diversas modalidades olímpicas que utilizam suas instalações como quadras poliesportivas, pista de atletismo, quadras de tênis, campo de futebol e ampla academia de ginástica.

 

Vista área do La Loma Centro Deportivo – Foto: Reprodução

Vista área do La Loma Centro Deportivo – Foto: Reprodução

 

Assim como Sierra Nevada a temperatura local é um pouco fria e nesta época do ano, varia de 5 a 15°C. Outra comparação com Sierra Nevada é a localização. No centro de treinamento espanhol os atletas ficam isolados, já que estão 70 km distantes da cidade de Granada. Em La Loma os visitantes ficam concentrados nos apartamentos dentro do complexo que fica na região metropolitana de San Luis Potosí, sendo mais fácil para fazer passeios pela cidade nos momentos de lazer entre os treinos.

No momento a seleção argentina está em La Loma se preparando para o Campeonato Sul-Americano de Assunção, que acontecerá em março. Os argentinos trocam de lugar de Ana Marcela Cunha, Allan do Carmo e Luis Rogério Arapiraca, da seleção brasileira de águas abertas, que encerraram um período de duas semanas de treinamentos na altitude.

Por Guilherme Freitas

Tags

altitude La Loma La Loma Centro Deportivo México treinamento em altitude