Não dá? Tem que dá!

Você está disposto a superar-se pelo menos 1% a cada treino? Leia aqui um texto motivacional!

14/07/2020 - Márcia Martins

Facebook Twitter
Leonardo de Deus - Foto: Jonne Roriz/COB
Leonardo de Deus - Foto: Satiro Sodré/SSPress

Leonardo de Deus - Foto: Satiro Sodré/SSPress

Leonardo de Deus - Foto: Jonne Roriz/COB

* Texto publicado originalmente no Blog da Mormaii (https://www.natacaomormaii.com.br/nao-da-tem-que-da/).

“Vai que dá”

Mesmo quando achamos que não dá, tem que dar…

Sprint final… hora do tudo ou nada (não importa seu esporte ) , esta é “A HORA”. Você vai além da dor e termina a tarefa que se comprometeu a realizar.

O que impede e por vezes te faz desacreditar que você é capaz de realizar e trabalhar muito por isso?

Muitos falam que essa habilidade nasce com o atleta; Eu particularmente não penso assim.

Allan do Carmo – Foto: Satiro Sodré/ SSPress

Nós fornecemos à nossa mente instruções o tempo todo, e “ela” por sua vez capta com extrema precisão algo que nos faz evoluir, entender e aprimorar determinadas habilidades…

Nossa mente aprende o tempo inteiro…

Não só aprende como também desenvolve novas habilidades baseado em treino; muito treino…

Muitos de nossos pensamentos como “não dá”, “não consigo” e “é difícil demais” estão diretamente ligados à nossa resistência em buscar os nossos objetivos longe da impróspera zona de conforto”.

Resistência em aceitar e seguir em frente. Eu sei que dói, será mais fácil parar (você sempre terá um bom motivo, pode acreditar), mas assim nunca saberá o que é a vitória verdadeira, a superação da dor.

Betina Lorscheitter – Foto: Satiro Sodré/SSPress

Programe-se para doar no mínimo 1% a mais em cada treno. Programe também onde será investido este 1%, e a partir disso realmente invista!

Só assim a dor na hora da prova poderá ser dominada, ultrapassada, vencida e comemorada.

Programe-se para entrar no treino com um objetivo bem defino a cada dia e saia do mesmo refletindo sobre o que fez e o que deve ser melhorado/aprimorado no próximo.

Você só irá vencer, se treinar, pensar e agir como um vencedor.

Agora a pergunta do “milhão”: Você está disposto a superar-se pelo menos 1% a cada treino?

Tags

Márcia Martins Mormaii Natação natacao psicologia

Márcia Martins

Psicóloga do esporte e colunista do Blog da Mormaii Natação

Notícias relacionadas