Roma

Navegantes/Vasco da Gama vence caótica Caraguá-Ilhabela

Com fortes ventos, corrente contra e muitas adversidades, equipe carioca venceu tradicional travessia em quase 7 horas de prova

25/11/2019 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter
Pódio da Caraguá-Ilhabela 2019 - Foto: Instagram do Coach Renato Ribeiro

Pódio da Caraguá-Ilhabela 2019 - Foto: Instagram do Coach Renato Ribeiro

A edição 2019 da Travessia Caraguá-Ilhabela em revezamento entrou para a história como uma da mais difíceis de ser realizadas em todos os tempos. Com águas bastante agitadas, mar mexido, correnteza contra durante quase todos os 22 km do percurso e fortes ventos, a equipe Navegantes/Vasco da Gama sagrou-se a campeã em uma prova caótica onde várias equipes não conseguiram concluir o desafio.

A equipe formada pelos nadadores Carlos Rosa, Andre Castelucio, Daniel Cunha e Manu Batista sob o comando da técnica Lu Monteiro completou o percurso em 6h59min, a única abaixo das 7 horas e bem a frente das demais equipes classificadas. O destaque ficou para os nadadores Carlos Rosa e Castelucio, os mais experientes do quarteto e que com esse resultado celebraram o tricampeonato na tradicional travessia em revezamento. A dupla já havia sido campeã nas edições de 2016 e 2018.

A equipe campeã: Navegantes/Vasco – Foto: Instagram do Carlos Rosa

“Foi uma prova extremamente difícil e desgastante, tanto que pioramos nosso tempo em relação ao ano passado em mais de 2h30min. Mesmo assim mantivemos a cabela no lugar para fechar em primeiro lugar. Obrigado aos meus companheiros por proporcionarem tamanha felicidade”, publicou Castelucio em suas redes sociais. Um sentimento compartilhado por Carlos Rosa. “Tenho muito orgulho do que me tornei e mais orgulho ainda do que sou fora dos mares para meus amigos e companheiros de equipe. Foi uma prova muito importante para mim”, escreveu.

A segunda colocação terminou com a equipe do Treino Online Glauco Rangel com o tempo de 8h13min. O time foi formado por Glauco Rangel, Claudia Carrapatoso, João Alexandre Rodrigues e Cleo Ferreira. O pódio foi completado pelo time da Navegantes Puro Sangue que teve como nadadores os atletas Fabio Righetti, Raphael Maia, Liana Lemos e Ivan Júnior. Essas foram as únicas das 26 equipes que conseguiram completar a prova.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Carlos Henrique Rosa (@paraatletacarlosrosa) em

Muitas equipes não foram classificadas no resultado geral devido as condições climáticas. De acordo com o regulamento da Travessia Caraguá-Ilhabela todas as equipes inscritas tinham até 10 horas (ou chegar no máximo 2 horas atrás do time campeão) para concluir o percurso, porém, a organização da travessia resolveu intervir e interrompeu a travessia devido ao mau tempo. Das 26 que largaram dez desistiram da prova e as demais foram sendo classificadas na água já que não chegariam na areia dentro do limite de tempo.

“Devido as condições climáticas o Igor de Souza resolveu interromper a prova pois as condições realmente não estavam boas. Muitas equipes ainda iriam nadar muitas horas, mas por segurança o evento foi interrompido, mas muita gente nadou pra caramba durante sete sete horas e meia de travessia”, disse o nadador Harry Finger um dos participantes da prova.

Os resultados completos da prova em revezamento serão publicados em breve pela Associação Aquática, a responsável pela organização e realização da prova, e posteriormente estão disponíveis para consulta na página de resultados da SWIM CHANNEL.

Tags

Águas abertas Equipe Navegantes/Vasco natacao Travessia Caguará-Ilhabela

Notícias relacionadas