Nicholas Santos em busca de mais história

Brasileiro pode se tornar o mais velho campeão mundial de natação nesta segunda-feira na final dos 50m borboleta

21/07/2019 - Katarine Monteiro

Facebook Twitter
Nicholas Santos - Foto:  Satiro Sodré
Nicholas Santos - Foto:  Satiro Sodré

Nicholas Santos - Foto: Satiro Sodré

Nicholas Santos - Foto: Satiro Sodré

Nicholas Santos busca na manhã desta segunda-feira mais um feito histórico. O brasileiro de 39 anos pode se tornar o mais velho campeão mundial de natação. A final dos 50m borboleta em Gwangju promete ser emocionante e a briga entre Nicholas e Caeleb Dressel pode fixar ainda mais o nome do brasileiro na história da modalidade.

As eliminatórias da prova foram realizadas na noite deste sábado e o velocista ficou com o 11º tempo para as semifinais: 23s48. Dressel foi o primeiro das eliminatórias empatado com Andrii Govorov nadando para 22s84.

Nicholas Santos – Foto: Satiro Sodré

Na semifinal, realizada hoje de manhã, Nicholas foi mais veloz e nadou para 22s77, segundo melhor tempo para a final. Já o americano Dressel, bateu o recorde de campeonato com 22s57 e se coloca como principal rival que poderá tirar o tão sonhado ouro de Nicholas, que tem em seu currículo duas pratas em Mundiais de longa em Kazan-2015 e Budapeste-2017.

Na final desta segunda os olhos do planeta estarão voltados aos dois nadadores, que possuem ótimas saídas, quem sabe os dois melhores do mundo. Ambos nadarão lado a lado nas raias centrais e o duelo promete esquentar o Complexo Aquático de Gwangju. Além deles a final contará com o atual recordista mundial da prova Andrii Govorov da Ucrânia. Também nadam a final amanhã os russos Oleg Kostin e Andrey Zhilkin, o americano Michael Andrew, o húngaro Szebasztian Szabo e o britânico Benjamin Proud.

Nicholas Santos – Foto: Satiro Sodré

Nicholas é o atual campeão mundial de piscina curta, título conquistado ano passado em Hangzhou. Na ocasião, aos 38 anos de idade, já escrevia seu nome na história como o nadador mais velho a levar uma medalha de ouro em um Mundial de natação. Natural de Ribeirão Preto, o veterano vai em busca de mais um ouro, agora na longa, e de mais um recorde.

Se conquistar a medalha será sua terceira em Mundiais de longa na prova. Esta é a medalha de ouro que falta em seu currículo e se conseguir o nadador entrará não só para a história da natação brasileira, mas também para a história da natação mundial. A batalha entre o brasileiro, americanos e demais será boa e imperdível. Amanhã as finais começam as 8h (horário de Brasília) e terão transmissão ao vivo do Sportv.

Tags

Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos Fina Gwangju-2019 natacao Nicholas Santos

Katarine Monteiro

Jornalista da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas