Novos recordes na Travessia do Canal de Ilhabela

Betina Lorscheitter e Artur Barone vencem a prova na Praia do Engenho D´água, destruindo antigas marca da competição

03/12/2018 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter

Ilhabela teve um domingo de muito sol e ótimas condições climáticas. O roteiro perfeito para uma prova de natação em águas abertas. Contrariando todos os prognósticos iniciais da previsão, que cravava chuva e tempo ruim, o sol apareceu e brindou os participantes da Travessia do Canal de Ilhabela que disputaram a prova no percurso sul.  O trajeto, que havia sido definido pela organização do evento no congresso técnico, foi confirmado na manhã de domingo. E com todos estes atrativos vieram também os recordes.

Betina Lorscheitter e Artur Barone foram os responsáveis por estraçalharem as antigas marcas da competição. A nadadora gaúcha foi o grande nome do fim de semana, triunfando pelo segundo ano consecutivo na travessia e estabelecendo seu segundo recorde no evento (ano passado havia feito o recorde no percurso canal fechado). Betina não teve trabalho com as adversárias e nadou próxima dos primeiros colocados da categoria masculina. A nadadora do Grêmio Náutico União terminou a prova com o melhor tempo geral entre homens e mulheres: 43min10s13, mais de 13 minutos abaixo da antiga marca de Rubiane Lima.

Os campeões Betina e Artur – Foto: Guilherme Freias/Swim Channel

“Foi uma ótima prova aqui em Ilhabela, as condições estavam perfeitas. Apenas em uma parte da travessia a correnteza puxou um pouco, mas no geral foi uma manhã perfeita”, disse Betina após a prova. Em seguida na prova feminina vieram as atletas da equipe de Caraguatatuba Rafaela de Sousa e Maria Schimidt com os tempos 47min07s13 e 49min37s62. Completaram o top 5 Vitória Farabulini e Thais Sant’Ana, ambas da ELO/Samir Barel Assessoria Aquática com as marcas de 49min40s93 e 53min49s39.

Já entre os homens o campeão foi Artur Barone. Nadador da Unisanta, ele é também o campeão mais jovem da história da prova. O novo recordista de 18 anos de idade, superou o experiente Marcos Campos na reta final da travessia e completou os 3,8 km com a marca de 43min20s55, quase quatro minutos abaixo do antigo recorde de Samir Barel que estava atuando na prova como diretor técnico. Já Marcos também nadou abaixo do tempo de Samir em 43min26s98.

Pódio feminino da Travessia do Canal de Ilhabela – Foto: Instagram/Vitoria Farabulini

Em terceiro lugar chegou outro nome bastante conhecido das águas abertas: Marcos Fraccaro, que na véspera havia nadado a Maratona Aquática 14 Bis. O atleta da Samir Barel Assessoria Aquática conclui  percurso em 45min29s55. Também foram ao pódio o fisioterapeuta da CBDA Alexander Rehder que representou o Pinheiros com 46min29s55 e o jovem Noam Franchi, de apenas 14 anos que completou a distância em 47min40s00. Noam ainda ganhou o prêmio especial de atleta mais jovem da prova e Antônio Carlos Soares, de 73 anos, o de atleta mais idoso.

Com patrocínio da Prefeitura de Ilhabela, realização da Ecooutdoor, mídia oficial da SWIM CHANNEL e a Mormaii como fornecedora oficial, a 5ª edição da Travessia do Canal de Ilhabela encorajou os nadadores a superarem seus recordes e marcas pessoais na prova e brindou a todos com kit exclusivo, camisa e medalha de participação. Os resultados da prova já estão disponíveis no site do evento e podem ser conferidos aqui.

Pódio masculino da Travessia do Canal de Ilhabela – Foto: Instagram/Artur Barone

Tags

Águas abertas Artur Barone Betina Lorscheitter Mormaii Natação natacao Travessia do Canal de Ilhabela

Guilherme Freitas

Jornalista sênior da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas