Jantar de massas

Indicamos aqui alguns pratos de massas que são ideais para consumir às vésperas dos eventos esportivos

23/10/2019 - Renê Leite

Facebook Twitter

Quando escolhemos participar de algum evento, a decisão geralmente é feita com antecedência. Treinamentos, e até mesmo a periodização de ciclos – por mais simples que seja – são elaborados juntamente com o técnico ou professor da academia. Quando chega o aguardado Dia D, devemos manter nossa alimentação? O tradicional jantar de massas antes da competição pode ajudar?

Antes de responder, é necessário entender como funciona o estoque de glicogênio. A nutrição esportiva, a cada dia que passa, tem mostrado seu valor com estudos e resultados comprovados de aumento de performance. Suplemento ou estratégia nova podem sempre ajudar o atleta a ter melhor tolerância ao treinamento e competição.

Nos treinamentos intensos e extensos, há perda contínua de energia armazenada em nossos músculos. Por isso a importância de sempre ter cuidado com a alimentação. Manter o peso adequado e dar energia suficiente para bons rendimentos no esporte é a principal função da nutrição esportiva.

Quanto mais conseguimos garantir uma boa alimentação e suplementação, menores são as chances de se perder massa muscular, aumentando assim a capacidade de realização dos treinos.

Por conta disso, sabemos que, quanto maior é a intensidade do exercício físico, maior será o consumo dos estoques de glicogênio – como fonte imediata de energia. Esses estoques como fonte energética, por sua vez, estão basicamente limitados ao fígado e aos músculos. O fígado contém cerca de 80 a 90 g de glicogênio e os músculos, 300 a 400 g.

Juntos, esses dois estoques garantem em média 90 a 120 minutos de exercício com intensidade elevada. Isso se levarmos em conta o fato de que o atleta chega a gastar mais de 1.000 calorias por hora de exercício nessas condições.

Como as massas são digeridas de forma mais rápida, é recomendado consumo não somente na véspera como também durante a competição. O objetivo do atleta pode tanto ser prova de natação em águas abertas como evento de vários dias em campeonatos de natação em piscina.

O consumo durante a semana do evento ajuda na recuperação dos estoques musculares. No caso dos nadadores masters, em quem o desgaste acaba sendo até maior, o jantar de massas tem maior importância. Ajuda a manter o rendimento durante todos os dias de campeonato. Não há problemas em ingerir massas diariamente durante uma competição de quatro ou cinco dias, por exemplo. O único cuidado deve ser com molhos brancos, bacon, catupiry e alguma outra fritura em acompanhamento.

A dieta de supercompensação de glicogênio busca aumentar o estoque para valores acima do normal. A supercompensação de carboidratos melhora a tolerância ao exercício em cerca de 20%. A estratégia é usada frequentemente entre atletas de elite e naturalmente a dieta pode ser indicada a qualquer classe de nadador.

Assim como já é tradição na natação e em outras modalidades esportivas, comer massa dias antes da prova ou competição ajuda muito a conservar os músculos e energia que será gasta no evento. E sempre consultem um nutricionista para supervisionar a alimentação.

Renê Leite

Nutricionista especialista em Fisiologia e Biomecânica do Exercício.