O incrível feito de Sarah Thomas no Canal da Mancha

Após superar um câncer, americana se torna a primeira da história a nadar a mítica travessia em quatro percursos sem parar

19/09/2019 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter
Sarah Thomas - Foto: Reprodução
Sarah Thomas - Foto: Reprodução

Sarah Thomas - Foto: Reprodução

Sarah Thomas - Foto: Reprodução

Superação! Talvez esta seja a palavra que melhor defina a americana Sarah Thomas. Aos 37 anos de idade, a nadadora entrou para a história ao tornar-se a primeira pessoa a completar a Travessia do Canal da Mancha em quatro percursos. Foram duas idas e duas voltas de braçadas no estreito de mar que separa a Inglaterra da França. E o feito de Sarah fica ainda mais épico tendo em vista que ela venceu recentemente uma luta contra o câncer de mama.

Há cerca de um ano Sarah concluiu um tratamento contra a doença e os médicos que acompanharam seu combate contra o câncer afirmaram que a natação seria uma ótima atividade que ela poderia fazer enquanto se tratava. Sarah então resolveu levar a sério a ideia de atravessar a nado o Canal da Mancha que já estava m seus planos para o futuro. Mas não seria apenas uma travessia e sim quatro. A americana começou a se preparar para fazer o percurso de ida e volta duas vezes.

As rotas que Sarah fez no Canal da Mancha – Foto: Reprodução

Nunca ninguém havia feito isso. O máximo que alguém já tinha concluído foram três percursos de forma direta (duas idas e uma volta no Canal), caso da australiana Chloe McCardel em 2015, do inglês Alison Streeter em 1990, do neozelandês Philip Rush em 1987 e do americano Jon Erikson em 1981. Inicialmente ela calculou nadar 128 km, porém, devido a uma forte correnteza que atingiu o Canal acabou concluindo o percurso em 209 km após mais de 54 horas nadando sem parar.

“Não consigo acreditar que fizemos isso. Na verdade, estou um pouco zonza. Havia um monte de gente na praia para em me encontrar e congratular, e foi bom da parte deles, mas estou mesmo é atordoada. Dedico este feito a todos os sobreviventes de câncer”, disse a nadadora a BBC News. Sem dúvida um feito inspirador.

Tags

Águas abertas natacao Sarah Thomas Travessia do Canal da Mancha

Guilherme Freitas

Jornalista sênior da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas