O melhor 100m livre do mundo!

Eletrizante final da prova foi vencida por Gabriel Santos; natação brasileira tem dois nadadores para 47 segundos e quatro para 48

19/04/2018 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter
Gabriel Santos - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Gabriel Santos - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Que prova, que final! Os 100m livre masculino do Troféu Brasil foram eletrizantes do início ao fim e não é exagero nenhum afirmar que hoje o Brasil tem talvez o melhor 100m livre do mundo. Afinal só hoje foram dois nadadores na casa de 47 segundos e mais quatro na casa dos 48 segundos. Uma prova emocionante que levantou a torcida no Parque Aquático Maria Lenk.

A prova começou com tudo, tendo Bruno Fratus imprimindo um ritmo muito forte passando na frente os primeiros 50 metros com 22s47. Mas a cereja do bolo foram os últimos 50 metros, nesse momento brilhou a estrela de Gabriel Santos que fez uma volta sensacional de 25s04 e rompeu pela primeira vez a casa dos 48 segundos ao finalizar a prova com 47s98, terceira melhor marca do mundo em 2018. Ele venceu seu amigo e companheiro de treino Pedro Spajari na batida de mão por apenas três centésimos. Depois de nadar para 47 segundos de manhã, Spajari fez na final 48s01. Os dois atletas do Pinheiros serão os representantes do Brasil na prova individual do Pan-Pacífico.

Mas a grande surpresa veio com o terceiro colocado. O jovem Marco Antonio Júnior do Minas TC nadou a prova de sua vida e fez 48s46. Foi seu melhor tempo pessoal e sua primeira medalha individual no Troféu Brasil que rendeu lágrimas no pódio. Mais do que isso, a marca lhe coloca dentro do fortíssimo revezamento 4x100m livre brasileiro. O feito de Marco Antonio ainda é mais impressionante por ter ficado a frente de Marcelo Chierighini, quarto colocado com 48s48 e de Bruno Fratus, o quinto colocado com 48s68. Com esse resultado Gabriel Santos, Pedro Spajari, Marco Antonio Júnior e Marcelo Chierighini serão os membros do 4x100m livre no Pan-Pacífico. Um revezamento jovem e renovado.

A versão feminina desta prova abriu os serviços do terceiro dia de finais do Troféu Brasil. Larissa Oliveira fez jus a favoritismo e dominou o cenário de ponta a ponta. Terminou com 54s53 e vem mostrando que o acidente que sofreu ano passado, quando uma árvore atingiu seu carro machucando sua perna, já é passado. O resultado também foi positivo e a coloca com chances de integrar o time brasileiro que vai ao Pan-Pacífico. Manuela Lyrio levou a prata com 55s19 após fazer uma bela recuperação depois de largar muito mal e Daynara de Paula faturou sua segunda medalha na competição, um bronze com 55s44.

Nos 200m borboleta Leonardo de Deus novamente conquistou o título na prova. E foi mais do que uma vitória. Foi uma demonstração de superação. O nadador da Unisanta contraiu uma virose que quase o tirou da competição. Determinado em nadar o torneio Leo já havia conseguido um ouro ontem nos 200m costas, mas hoje na final daquela que é a sua especialidade foi ainda melhor. Com 1min55s05 ficou muito perto de sua melhor marca pessoal e chorou bastante ao deixar a piscina bastante emocionado. O pódio teve ainda Luiz Altamir com 1min55s92 e Kaue Carvalho com 1min56s76. Na versão feminina Giovanna Diamante confirmou o favoritismo e venceu de ponta a ponta com o tempo de 2min12s07, sendo seguida por Virginia Bardach com 2min13s05 e Nathalia Almeida com 2min15s33.

Nos 50m peito feminino Jhennifer Alves foi implacável contra a campeã olímpica Ruta Meilutyte. A lituana é famosa por ter uma das melhores saídas do mundo e mais uma vez a colocou em prática neste Troféu Brasil. Jhennifer sabia que para ganhar teria ser melhor na prova nadada e ela foi. A atleta do Pinheiros conseguiu assumir a liderança na reta final e venceu com 30s64 contra 30s75 de Meilutyte. Renata Sander completou o pódio com 31s10. Na prova masculina nenhuma surpresa com o pódio sendo mesmo composto pelos veteranos João Gomes Júnior (26s85), Felipe Lima (26s87) e Felipe França (27s04).

Nos 50m costas os favoritos venceram. No feminino vitória da holandesa Kira Toussaint que representa o Minas TC com 28s11, sendo seguida pela argentina Andrea Berrino com 28s26 e Fernanda Goeij com 28s92. Já na prova masculina Guilherme Guido triunfou com 25s00 a frente de Gabriel Fantoni 25s14 e Guilherme Basseto com 25s54. Uma curiosidade é que este foi o mesmo pódio da edição da prova no ano passado. Os 50m costas ainda teve a presença de Cesar Cielo que foi quinto colocado com 25s60.

Os resultados completos do Troféu Brasil podem ser conferidos no site da CBDA neste endereço. Amanhã acontece a quarta etapa do campeonato com as provas de 400m medley (M/F), 50m borboleta (M/F), 200m livre (M/F) e 100m costas (M/F).

Tags

CBDA Gabriel Santos Giovanna Diamante Guilherme Guido Jhennifer Alvres João Gomes Jr. Kira Toussaint Larissa Oliveira Leonardo de Deus natacao Troféu Brasil

Guilherme Freitas

Jornalista sênior da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas