O que vai acontecer com as seletivas pré-olímpicas das águas abertas?

Como ficam as datas das seletivas para as últimas vagas dos Jogos Olímpicos de Tóquio? Veja a resposta desta pergunta aqui

17/04/2020 - Alexandre Pussieldi

Facebook Twitter
Open Water - Foto: Satiro Sodré/ SSPpress
Águas abertas - Foto: Reprodução

Águas abertas - Foto: Reprodução

Open Water - Foto: Satiro Sodré/ SSPpress

* Publicado originalmente na Best Swimming no dia 16 de abril de 2020

A FINA já confirmou que os 20 nadadores, dez no masculino e dez no feminino pré-classificados para a prova dos 10 km dos Jogos Olímpicos, estão garantidos. Falta agora a definição da disputa da Seletiva Pré-Olímpica que estaria marcada para Yokohama, em maio deste ano.

Nesta prova, atletas de países que não tem nadadores nos dez já classificados, disputarão mais 15 vagas por sexo, sendo os nove primeiros colocados, o melhor japonês e cinco por continente. Cada país pode colocar dois nadadores por prova, mas apenas um por país pode entrar na disputa por vagas.

Ainda não está definido quando, nem onde será a prova. A FINA ainda delibera nos regulamentos e calendário que foi todo alterado, além das incertezas da Pandemia do Coronavírus.

Atletas durante prova no Mundial de Gwangju – Foto: Jo Kleindl

A Grã-Bretanha anunciou esta semana que irá manter os quatro nadadores, previamente anunciados, como os representantes do país pelas vagas remanescentes para os Jogos. Os atletas são Jack Burnell e Hector Pardoe no masculino, Alice Dearing e Danielle Huskisson no feminino. Burnell ficou em 12º lugar nos 10 km do Mundial de Gwangju no ano passado e Dearing em 17º na prova feminino. Se classificada para Tóquio, Dearing será a primeira nadadora negra da história a fazer parte da equipe britânica de natação nos Jogos Olímpicos.

O Brasil tinha planejado para Inema, na Bahia, no último final de semana, a disputa das duas vagas para os homens disputarem a Seletiva Pré-Olímpica. Com o cancelamento de todo calendário do semestre, a entidade ainda não definiu a nova data. De acordo com a CBDA serão mantidos os mesmos critérios, ou seja, uma prova seletiva de 10 quilômetros, onde os dois primeiros colocados ganham direito de representar o país na busca pelas vagas olímpicas.

Ana Marcela Cunha, 5ª colocada no Campeonato Mundial de Gwangju no ano passado, já está classificada para a sua terceira Olimpíada. As provas olímpicas dos 10 km nos Jogos de Tóquio acontecerão nos dias 4 e 5 de agosto de 2021.

Tags

Águas abertas Alexandre Pussieldi Best Swimming Jogos Olímpicos natacao Tóquio-2020 Tóquio-2021

Alexandre Pussieldi

Editor-chefe da Best Swimming e colunista da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas