O veloz Caeleb Dressel

18/02/2016

Facebook Twitter

Na última Olimpíada todos os representantes americanos para as provas individuais de velocidade já eram campeões olímpicos e tinham um currículo bastante recheado. Anthony Ervin dividiu o ouro com Gary Hall Jr nos 50m livre em Sidney-2000 e havia sido campeão mundial no ano seguinte. Nathan Adrian e Cullen Jones integraram o revezamento 4x100m livre campeão em Pequim-2008 e somavam pódios em Mundiais de curta e Campeonatos Pan-Pacífico. Se em Londres o Team USA apostava na experiência, tudo indica que a história será diferente no Rio de Janeiro.

Podendo disputar sua terceira Olimpíada, Nathan Adrian ainda é o principal velocista do país. Terminou 2015 com o segundo melhor tempo nos 50m livre (21s37) e o 12º nos 100m livre (48s31), além do vice-campeonato mundial nos 50m livre batendo o recorde nacional. Mas o atual campeão olímpico dos 100m livre já começa a ver uma sombra surgir.

Essa sombra atende pelo nome de Caeleb Dressell. O jovem velocista completará 20 anos de idade no dia 16 de agosto, justamente bem ao fim das disputas olímpicas da natação. E ele planeja comemorar e curtir seu aniversário na cidade do Rio de Janeiro. Ano passado o nadador, que representa a Universidade da Flórida, teve a melhor temporada da carreira. Foi campeão nacional nos 50m e 100m livre, campeão do NCAA nos 50 livre e terminou no top 5 mundial dos 50m livre com 21s53.

 

O jovem velocista Caeleb Dressel - Foto: Soobum Im/USA TODAY Sports

Caeleb Dressel – Foto: Soobum Im/USA TODAY Sports

 

É um atleta que esta em franca ascensão e a cada competição mostra-se mais veloz. Ontem ele disputou o SEC Swimming Championships e conseguiu um resultado histórico. Logo nas eliminatórias ele superou todos os recordes possíveis no 50 livre em piscina de jardas ao nadar para 18s39, deixando para trás o próprio Adrian recordista americano, e Cesar Cielo, que era até então o homem mais rápido da história nesta distância. Na final Dressell foi ainda melhor: 18s23, ratificando a melhor marca da história e que na conversão para a piscina curta é 20s23 e na longa 21s03. Um belo tempo. No sábado ele nada os 100 livre, onde vai tentar superar os 40s76 de Vlad Morozov.

Dressell surgiu para o cenário internacional em 2013, quando terminou o Campeonato Mundial Júnior de Dubai com seis medalhas e o título nos 100m livre. Desde então passou a ser cada vez mais rápido nos 50m livre e agora se coloca ao lado de Adrian como favorito para garantir uma vaga no time olímpico americano nos 50m livre e talvez nos 100m livre, onde terá mais concorrência e pode pegar uma vaga no competitivo 4x100m livre.

Na primeira reunião da equipe do Pool Party (clique aqui para assistir ao programa), Gustavo Borges apostou que Dressell pode surpreender com um pódio no Rio-2016. Gustavo sabe muito bem que em Jogos Olímpicos surpresas sempre acontecem e que Dressell pode ser uma delas. O jovem ainda é uma promessa, mas caminha, ou melhor, nada cada vez mais rápido para tornar-se uma realidade.

Por Guilherme Freitas

Tags

Caeleb Dressell Jogos Olímpicos natacao recordes velocidade