Os Jogos Olímpicos adiados (ou nunca realizados)

Com o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para 2021 sobe para quatro o número de edições que não foram realizadas ou tiveram datas alteradas

25/03/2020 - Katarine Monteiro

Facebook Twitter
Os anéis olímpicos - Foto: Getty Images
Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 - Foto: AFP Photo

Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 - Foto: AFP Photo

Os anéis olímpicos - Foto: Getty Images

Os Jogos Olímpicos modernos tradicionalmente acontecem a cada quatro anos desde de 1896. Na era moderna os eles foram adiados e não aconteceram apenas em três ocasiões: 1916, 1940 e 1944, todos devido as duas Grandes Guerras Mundiais. Com o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio de 2020 para 2021, pela primeira vez na história os Jogos serão adiados por uma pandemia.

Em 1916 a Olimpíada seria realizada em Berlim, na Alemanha. Com o início da Primeira Guerra Mundial em 1914 e continente europeu totalmente mergulhado no caos, já se falava em cancelamento muito antes da data do evento chegar. A sede foi escolhida em 1912, com a vitória de Berlim sobre Alexandria na Grécia e Budapeste na Hungria. A guerra, que começou na Europa, se estendeu com para África, Oriente Médio, China e ilhas do Pacífico envolvendo ao todo 28 países.

Cartaz dos Jogos de Berlim-1916 – Foto: Reprodução

A Olimpíada teria 24 esportes e a abertura seria no dia 2 de julho com encerramento no dia 16. O saldo da I Guerra, que durou até 1918, foi de quase 40 milhões de mortos. Assim, os Jogos só voltaram a ser disputados em 1920, em Bruxelas e a Alemanha e Áustria, derrotadas na guerra, foram proibidas de participar.

Em 1940 e 1944, os Jogos foram cancelados devido a Segunda Guerra Mundial, que durou de 1939 a 1945. A edição de 1940 seria realizada em Tóquio, uma coincidência que ocorreria 80 anos depois. Em março de 1938, depois do início da guerra Sino-Japonesa, as autoridades do país ainda davam como certa a realização do evento. Porém, resolveram transferi-los para Helsinque, Finlândia, onde foram cancelados oficialmente pelo COI somente em maio de 1940, com a Guerra em pleno andamento.

Cartaz dos Jogos de Tóquio-1940 – Foto: Reprodução

A edição de 1940 poderia ter sido histórica para a natação e o esporte olímpico brasileiro. Em 1939, Maria Lenk havia superado o recorde mundial dos 200m e 400m peito e era uma das grandes favoritas a ser campeã olímpica. Porém, o cancelamento dos Jogos sepultaram o sonho da nadadora em ganhar a primeira medalha feminina do esporte nacional sendo uma das maiores decepções da vida de Maria.

A Olimpíada seguinte seria em 1944 na cidade de Londres. E mais uma vez ela foi cancelada devido à guerra. A capital britânica venceu a licitação contra as cidades de Roma, Detroit, Lausanne, Atenas, Budapeste, Helsinque e Montreal. Apesar da Segunda Guerra Mundial continuar arrasando a Europa, os Jogos foram para Londres, na esperança de ver o conflito bélico terminar em breve.

Bandeiras do COI e do Japão – Foto: Reprodução

Mas com o ataque japonês à base militar americana de Pearl Harbor em 1941, os Estados Unidos entraram na guerra e o conflito se expandiu para as águas do Oceano Pacífico. Londres voltaria a sediar da edição posterior ao término da II Guerra em 1948 e mais vez no ano de 2012.

Pela quarta vez na história das Olimpíadas modernas uma edição dos Jogos Olímpicos foi adiada. O Comitê Olímpico Internacional decidiu ontem em adiar os Jogos Olímpicos de Tóquio para 2021 por conta da situação mundial e os impactos causados pelo COVID-19. Pela primeira vez, as Olimpíadas tiveram que mudar de data devido à uma pandemia, uma guerra invisível contra um vírus.

Tags

Águas abertas Jogos Olímpicos natacao Tóquio-2020 Tóquio-2021

Katarine Monteiro

Jornalista da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas