Os recordistas da Travessia do Canal de Ilhabela

Tradicional prova de águas abertas possui recordistas nos três percursos já realizados; Betina Lorscheitter é a maior recordista

04/09/2019 - Katarine Monteiro

Facebook Twitter
Travessia do Canal de Ilhabela - Foto: Divulgação
Betina Lorscheitter - Foto: Claudia Pegoraro

Betina Lorscheitter - Foto: Claudia Pegoraro

Travessia do Canal de Ilhabela - Foto: Divulgação

No próximo dia 10 de novembro será realizada a sexta edição da Travessia do Canal de Ilhabela, prova tradicional de prova de águas abertas com 3,8 km. Na edição especial deste ano as inscrições foram gratuitas e em apenas duas horas todas as 1.000 vagas oferecidas foram preenchidas (veja como entrar na lista de espera ao fim do texto).

Esta travessia pode ser realizada em três percursos: o sul, o leste e o canal fechado. O percurso só é definido no dia da prova já que tudo depende das condições de correntes e do tempo. Em toda a história da competição todos os percursos já foram realizados e assim como acontece no Canal da Mancha, que serviu como inspiração para este evento, também são contabilizados os recordistas da competição.

Travessia do Canal de Ilhabela – Foto: Alexandre Socci

No percurso sul, considerado o principal da travessia, que foi percorrido na primeira edição em 2014 e no ano passado, tem como recordistas gerais no masculino Artur Barone, que completou a prova em 43min20s, e Betina Lorscheitter no feminino com a marca de 43min10s. Ambos estabeleceram esses recordes na prova de 2018.

O percurso leste, que acontece quando o vento está forte de leste, foi realizado nas edições de 2015 e 2016. Os recordistas gerais são o ultramaratonista Samir Barel no masculino, com o tempo de 47min05s e Raquel Goto no feminino com 56min29s, em marcas obtidas na edição de 2016.

Já no percurso fechado, realizado apenas no ano de 2017, os recordistas gerais são dois nadadores da seleção brasileira de águas abertas. No feminino o recorde é novamente de Betina com 34min08s e no masculino o melhor tempo da história pertence ao nadador olímpico Allan do Carmo com 31min35s.

Samir Barel – Foto: Talita Saab

Além dos recordistas gerais, a prova também estabelece os recordistas de categoria, que são formadas a cada nove anos, a partir da primeira categoria (14 aos 19 anos).Veja aqui todos os recordistas por categoria da prova:

Percurso Leste – Realizado em 2015 e 2016

Masculino 
14- 19 anos: Marinho Monteiro Junior – Cia Athetica – Kansas SP – 57min08s (2016)
20-29 anos: Rodrigo Cesar Marson – Elo Academia – 51min56s (2016)
30-39 anos: Samir Botelho Barel – Marinha – 47min05s (2016)
40-49 anos:  Carlos Eduardo Sajonc Pavão – GNU – 49min24s (2015)
50 -59 anos: Paulo Mazzafera – Elo – 57min19s (2016)
+60 anos: Renato Takeyama – Circulo Militar de São Paulo – 1h03min15s (2016)

Feminino
14- 19 anos: Ariadne Rodrigues dos Santos – Selar Ilhabela – 1h01min44s (2016)
20-29 anos: Denise van Rouwendaal – 57min52s (2016)
30-39 anos: Raquel Lury Goto – Elo Academia – 56min29s (2016)
40-49 anos: Cristina Vicente de Moraes – Thermas Do Vale – 1h03min56s (2016)
50 -59 anos: Claudia Adelina de Menezes Carrapa Elo Academia – 1h07min23s (2015)
+60 anos: Elza Marina Mazzei Adolpho – Ecoway – 1h40min09s (2015)

Os campeões e recordistas Betina Lorscheitter e Artur Barone – Foto: Guilherme Freias/Swim Channel

Percurso Sul – Realizado Em 2014 e 2018

 Masculino 
14- 19 anos: Artur Barone Sobreira – 43min20s5 (2018)
20-29 anos: Gustavo Mendes Frias – Tênis Clube Paulista – 49min03s3 (2018)
30-39 anos: Marcos Campos de Sá Rodrigues – 43min26s9 (2018)
40-49 anos: Alexander Rehder – EC Pinheiros – 46min29s6 (2018)
50 -59 anos: Dulcidio Gutierrez Caldeira – Mahatma Elvis – 53min00s7 (2018)
+60 anos: Harry Finger – Assessoria Harry Finger – 1h03min24s3 (2018)

Feminino
14- 19 anos: Rafaela Monilly Cardoso De Sousa – 47min07s4 (2018)
20-29 anos: Betina Martins Lorscheitter – 43min10s1 (2018)
30-39 anos: Juliana Gomes Bellini – 55min47s8 (2018)
40-49 anos: Raquel Lury Goto – Elo / Samir Barel Assessoria Aquática – 54min59s6 (2018)
50 -59 anos: Renata Gottschalk – Yellowcap Ycsc – 54min51s3 (2018)
+60 anos: Miriam Zupo – EC Pinheiros – 1h17min56s1 (2018)

Betina e Allan bateram o recorde da prova em 2017 – Foto: Reprodução/Mormaii Natação

Canal Fechado – Realizado em 2017

Masculino 
14- 19 anos: Carlos Eduardo de Aguiar – Caraguatatuba-34min43s
20-29 anos: Alan do Carmo – 31min55s
30-39 anos:  Luiz Felipe Lebeis – Ítaca / Navegantes- 32min39s
40-49 anos: Fernando R. Dabdab – Clube Athletico Paulistano – 35min53s
50 -59 anos: Nicolau Serra – Elo Academia – 38min42s
+60 anos: Mario Coutinho – Racer/Las Lunas – 41min42s

Feminino
14- 19 anos: Rafaela Monilly Cardoso Pereira de Souza -Caraguatatuba/Baduca Swim Team – 35min55s
20-29 anos: Betina Lorscheitter – 34min08s
30-39 anos: Patricia Farias – 39min34s
40-49 anos: Paula Nobre Mendes – EC Pinheiros -44min11s
50 -59 anos: Renata Gottschalk – Ycsc Yellowcap Sport Club – 44min05s
+60 anos: Lucy Amélia Salles dos Santos – 53min23s

Com patrocínio da Riachuelo e o apoio da Prefeitura de Ilhabela e da Mormaii, a 6ª edição da Travessia do Canal de Ilhabela será realizada pela Associação Magna de Desportes, Lei do Incentivo ao Esporte e Governo do Estado de São Paulo, além da Ecooutdoor em parceria com a SWIM CHANNEL.

Para a edição de 2019, há uma lista de espera para possíveis novas vagas. Os interessados devem encaminhar um e-mail para eventos@swimchannel.com.br com nome completo e CPF.

Tags

Águas abertas Betina Lorscheitter natacao Travessia do Canal de Ilhabela

Katarine Monteiro

Jornalista da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas