Paltrinieri debutará nas águas abertas

26/02/2017

Facebook Twitter

Paltrinieri é o atual campeão olímpico dos 1500m livre – Foto: Reuters

Migrar das piscinas para as águas abertas é algo comum no universo aquático. Existem diversos exemplos de grandes campeões na piscina como os medalhistas olímpicos Oussama Mellouli, Eva Risztov, David Davies e Poliana Okimoto que passaram a disputar provas em águas abertas depois de colecionarem medalhas em competições de natação. E mais um atleta vencedor pretende fazer esse caminho: o atual campeão olímpico dos 1500m livre Gregorio Paltrinieri.

A estreia do italiano em águas abertas já tem data e local para acontecer. Será no dia 26 de março em Eilat, Israel. Paltrinieri vai nadar a prova dos 10 km válida pela primeira etapa da Copa LEN de águas abertas, o circuito de travessias da Liga Europeia de Natação. “Já tinha em mente nadar uma prova assim há muito tempo. Desde criança sempre fui um apaixonado pelo mar e estou animado para encarar este novo desafio. Acredito estar preparada e que este é o momento certo”, disse o nadador ao jornal italiano Corriere della Sera.

Paltrinieri também escolheu debutar nesta etapa da Copa LEN devido a proximidade da maratona com o início do Campeonato Italiano absoluto de natação, que tem início dia 4 de abril em Riccione. Atual campeão olímpico e mundial dos 1500m livre, o italiano não vai mudar de vez para as águas abertas e abandonar a natação em piscina. Segundo seu técnico Stefano Morini o objetivo é conciliar as duas funções.

Paltrinieri é hoje o mlehor fundista do mundo - Foto: Giorgio Scala/Deepbluemedia/Insidefoto

Paltrinieri é hoje o melhor fundista do mundo – Foto: Giorgio Scala/Deepbluemedia/Insidefoto

“Vamos ver como ele se sairá neste ciclo olímpico nadando tanto em piscina, quanto em águas abertas. Devido sua base de treinamento ele tem capacidade de suportar o ritmo e a distância de uma maratona aquática. Inicialmente seu objetivo é nadar esta prova na Universíade de Taipei em agosto, mas ainda é muito cedo para traçar algum plano visando Tóquio-2020”, conta Morini. O nadador na mesma entrevista afirmou que o Europeu de águas abertas e Copa do Mundo da Fina em 2018 deverão ser os primeiros grandes testes a nível internacional.

Com vários casos de sucesso entre nadadores que deixaram a piscina para se dedicar as águas abertas não seria surpresa ver Gregorio Paltrinieri fazendo o trabalho duplo na próxima Olimpíada. E quem sabe engrossando a lista de campeões nas duas modalidades.

Por Guilherme Freitas

Tags

Águas abertas Copa LEN Eilat Gregorio Paltrinieri natacao