Pan-Pacífico 2018: Vinícius Lanza se consolida nos 100m borboleta

Atleta do Minas Tênis Clube conquistou a medalha de bronze neste sábado e se firma na elite mundial da prova

11/08/2018 - Katarine Monteiro

Facebook Twitter
Vinicius Lanza - Foto: Satiro Sodre/SSPress

Vinicius Lanza - Foto: Satiro Sodre/SSPress

Vinicius Lanza foi um dos destaques brasileiros deste terceiro dia de finais do Campeonato Pan-Pacífico, que acontece em Tóquio, no Japão. O atleta de 21 anos conquistou a medalha de bronze nos 100m borboleta neste sábado, com o tempo de 51s44, apenas dois centésimos acima do seu melhor tempo que é de 51s42, feitos no Troféu Brasil em abril e que é o sétimo melhor tempo do mundo na temporada.

A prova no Pan-Pacífico foi nadada desde o começo muito forte por Lanza que ficou ao lado dos americanos Caeleb Dressel, que bateu o recorde do campeonato ao vencer a prova com 50s75 e John Conger, segundo colocado com 51s32. Nos primeiros 50 metros, os três nadaram abaixo dos 24 segundos, e na volta o brasileiro superou o ataque de Grant Irvine e buscou Conger lutando pela medalha de prata. Porém, acabou se firmando em terceiro lugar. Com a prova e estratégia usada se confirma cada vez mais na elite da prova.

Vinicius Lanza – Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

O mineiro, que perdeu a vaga nos Jogos Olímpicos do Rio-2016 por apenas cinco centésimos só cresceu em competições nacionais e internacionais depois disso. Para o Mundial de Budapeste ele até alcançou a marca que o credenciava, mas acabou não sendo chamado pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) que convocou apenas 16 atletas naquela ocasião.

O jovem de 21 anos treina na Universidade de Indiana desde o ano passado e é um dos melhores brasileiros no NCAA, o Campeonato Americano Universitário, considerado um dos mais fortes do mundo. No último NCAA, em março, ele foi bronze nas provas de 100 e 200 jardas borboleta e já mostrava que estava rápido para as distâncias.

Um mês depois, ele venceu os 100m borboleta com seu melhor tempo da vida no Troféu Brasil e se classificou para este Pan-Pacífico, sua primeira grande competição oficial pela seleção brasileira principal. Lanza volta a piscina amanhã para nadar a final do revezamento 4x100m medley, prova que encerra a competição na próxima sede olímpica.

Tags

Campeonato Pan-Pacífico natacao Vinícius Lanza

Katarine Monteiro

Jornalista da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas