Park vai nadar no Rio-2016!

08/07/2016

Facebook Twitter

Park vai nadar no Rio-2016 – Foto: Michael Sohn/AP Photo

Foi uma longa novela, digna de muitos dramas, reviravoltas e que acabou com final feliz para Tae Hwan Park. Após uma árdua batalha nos tribunais sul-coreanos e internacionais o nadador finalmente recebeu o aval do Tribunal da Corte Suprema do Esporte CAS/TAS para disputar os Jogos Olímpicos do Rio-2016. A entidade afirmou que não havia sentido o Comitê Olímpico da Coreia do Sul punir o atleta por mais três anos.

O inferno de Park começou em outubro de 2014 quando foi apontado em um exame antidoping elevados níveis de testosterona em seu organismo após os Jogos da Ásia. O nadador se declarou inocente e culpou um médico de ter aplicado substâncias que ele desconhecia através de uma injeção. Porém, a Fina o suspendeu por 18 meses. A pena por doping não lhe tiraria da Olimpíada,  mas o Comitê sul-coreano costuma aplicar uma punição extra para quem cai no exame antidoping e deu mais três anos de gancho a Park.

Park se ajoelha implorando para nadar no Rio - Foto: Reprodução

Park se ajoelha implorando para nadar no Rio – Foto: Reprodução

Começou então uma campanha desesperada para recorrer a punição e disputar o Rio-2016. O coreano apelou para diversos órgãos como o TAS/CAS e a Corte Leste do Distrito de Seul. Inclusive, chegou a se ajoelhar em uma audiência no Comitê Olímpico e implorou para que a punição extra fosse retirada. Ele, que é muito popular na Coreia do Sul, contou com o apoio de boa parte da população que queria ver o ídolo em ação no Rio. A pressão deu resultado e agora ele foi absolvido para nadar sua quarta Olimpíada. Mas e na piscina como ficam as coisas?

Seu último grande evento foram os Jogos da Ásia de Seul em 2014. Na ocasião foi ofuscado pelas performances de Kosuke Hagino e Sun Yang. Com o doping confirmado pela Fina seus resultados foram anulados. Após retornar da suspensão de doping em março deste ano, Park encarou a seletiva olímpica sul-coreana obtendo índices para quatro provas: 100m, 200m e 400m livre, nesta última onde teve a performance mais expressiva: 3min44s26.

O tri asiático Yang, Hagino e Park estará no Rio - Foto: Rob Griffith/AP Photo

O tri asiático Yang, Hagino e Park estará no Rio – Foto: Rob Griffith/AP Photo

Caso nade estas três provas no Rio-2016, as melhores chances de Park  são justamente nos 400m livre, prova onde foi campeão olímpico em Pequim-2008 e medalhista de prata em Londres-2012. Hoje ele tem o sexto melhor tempo da temporada: 3min44s26, que lhe credencia a uma vaga na final. Recentemente o nadador disputou o Grand Prix de Brisbane, na Austrália, e não teve resultados expressivos.

Após esse pesadelo terminar, espera-se que Park concentre-se para o Rio-2016 onde tentará voltar aos bons momentos. Desprezar suas chances pelo seu potencial seria um erro e seus adversários sabem que não podem subestimá-lo. E muito provavelmente ele nadará mordido e motivado para dar a volta por cima no Estádio Olímpico de Natação. Mais uma boa atração para acompanharmos no Rio de Janeiro.

Por Guilherme Freitas

Tags

doping Jogos Olímpicos natacao Rio-2016 Tae Hwan Park