Quem está na briga pelas vagas masculinas dos 10km de Gwangju-2019?

Diogo Villarinho, Victor Hugo Colonese, Fernando Ponte e Allan do Carmo disputam duas vagas para nadar a competição na Coreia do Sul

25/01/2019 - Alexandre Pussieldi

Facebook Twitter
Victor Colonese - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Victor Colonese - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

* Texto publicado originalmente na Best Swimming dia 24 de janeiro de 2019.

Quatro atletas foram selecionados em dezembro, na prova de Inema, na Bahia, para disputarem uma segunda seletiva no dia 16 de fevereiro na prova de Doha, no Catar, do FINA Marathon Swim Series. Os dois melhores entre os quatro garantirão a vaga para o Campeonato Mundial de Gwangju, na Coreia do Sul. A vaga vale muito, afinal, de Gwangju saem os dez primeiros classificados para a prova olímpica de Tóquio.

Na seletiva estes foram os resultados:
1º Diogo Villarinho do Minas Tênis Clube (MG) – 1h56min15s
2º Victor Hugo Colonese da Unisanta (SP) – 1h56min20s
3º Fernando Ponte do Grêmio Náutico União (RS) – 1h56min21s
4º Allan do Carmo da ACEB (BA) – 1h56min28s

Abaixo um perfil de cada um deles:

 

Diogo Villarinho – Foto: Satiro Sodré/SSPress

Diogo Villarinho
Natural de Goiânia (GO), nascido dia 11 de março de 1994 (24 anos)
Atleta revelado no Zitti Clube de Goiás, se transferiu para o Minas Tênis Clube ainda no juvenil e esteve na temporada de 2016 no SESI, retornando ao Minas no ano seguinte. Em 2015, foi diagnosticado com um câncer de tireoide operado no mesmo ano, após participar do Campeonato Mundial de Kazan. Dois meses depois da cirurgia, Diogo já estava competindo e terminou em quarto lugar na etapa de Chun’An, na China. Esteve em dois Mundiais (Barcelona-2013 e Kazan-2015). Tem uma medalha de prata no Mundial de Kazan na prova de revezamento e treina com Sérgio Onha Marques no Minas Tênis Clube. Foi o campeão da primeira seletiva em dezembro, em Inema, na Bahia.

 

Victor Colonese – Foto: Satiro Sodré/SSPress

Victor Colonese 
Natural de Salvador (BA), nascido dia 16 de janeiro de 1992 (27 anos)
Foi revelado no Vitória da Bahia e depois se mudou para a Unisanta onde permanece até hoje. Esteve em três Campeonatos Mundiais (Xangai-2011, Kazan-2015 e Budapeste-2017), mas nunca nadou a prova dos 10 km nestes Mundiais. Atual campeão do Circuito Brasileiro, foi duas vezes campeão nacional, em 2015 e 2018. Treina com Márcio Latuf na Unisanta e chegou em segundo lugar na primeira seletiva em dezembro.

 

Fernando Ponte – Foto: Satiro Sodré/SSPress

Fernando Ponte
Natural de Estância Velha (RS), nascido dia 18 de julho de 1992 (26 anos)
Atleta revelado no Grêmio Náutico União, clube que defende desde a base. Foi campeão brasileiro em 2017 e o melhor nadador brasileiro no ranking do FINA Marathon Swim Series no ano passado. Esteve em apenas uma edição de Campeonato Mundial, terminando em quinto lugar a prova dos 5 km em Budapeste-2017, o melhor resultado individual masculino do Brasil em Mundiais. Em dezembro, foi o terceiro colocado na seletiva nacional em Inema.

 

Allan do Carmo – Foto: Satiro Sodré/SSPress

Allan do Carmo 
Natural de Salvador (BA), nascido dia 3 de agosto de 1989 (29 anos)
Atleta revelado no Costa Verde se transferiu em 2006 para a ACEB onde permanece até hoje. O mais veterano do grupo e também com maior número de conquistas. Foi quatro vezes campeão brasileiro de águas abertas (2007, 2009, 2011, 2014) e já participou de nove Campeonatos Mundiais (Nápoli-2006, Melbourne-2007, Setubal-2008, Roma-2009, Roberval-2010, Xangai-2011, Barcelona-2013, Kazan-2015 e Budapeste-2017). Em 2014, conquistou o circuito da Copa do Mundo de águas abertas da FINA e tem duas medalhas em Mundiais, ambas em provas de revezamento: uma prata em Kazan e um bronze em Barcelona. Treina com Carlos Rogério Arapiraca na ACEB e foi o quarto colocado na seletiva de Inema.

Tags

Águas abertas Alexandre Pussieldi Allan do Carmo Diogo Villarinho Fernando Ponte Mundial de Gwangju natacao Victor Colonese

Alexandre Pussieldi

Editor-chefe da Best Swimming e colunista da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas