Recorde mundial a nado em piscina de correnteza

A brasileira Mayra Santos, atleta radicada na Ilha da Madeira em Portugal, busca obter a marca histórica no próximo mês

15/10/2020 - Catarina Ganzeli

Facebook Twitter
Mayra Santos - Foto: Reprodução
Mayra Santos - Foto: Scorpio Madeira

Mayra Santos - Foto: Scorpio Madeira

Mayra Santos - Foto: Reprodução

Nascida em Juiz de Fora, a luso-portuguesa Mayra Santos começou a praticar natação em águas abertas há quatro anos na Ilha da Madeira onde hoje reside e treina. Logo no seu terceiro ano de prática realizou o seu maior desafio até o momento: a travessia de 42 km da Ilha de Porto Santo à Ilha da Madeira em 12h07min de prova. Aos 41 anos de idade Mayra almeja quebrar seu primeiro recorde mundial.

Será no dia 6 de novembro às 10h locais que ela tentará superar o recorde do espanhol Alberto Lorente que nadou em junho 30 horas numa piscina de esteira. Mayra pretende superar essa marca na piscina da VILLA ORCA na ilha portuguesa. Após o feito do espanhol agora é a vez de Mayra inspirada pelo colega, escrever sua história. A SWIM CHANNEL conversou com a nadadora que esta na reta final de preparação para o desafio.

SWIM CHANNEL: De onde surgiu a ideia de tentar superar esse recorde nado em uma piscina de correnteza?

MAYRA SANTOS: O confinamento me levou a treinar em piscina de correnteza. Uma amiga que possui alojamento local (casa para hospedagem, onde não mantem residência fixa), me possibilitou usar no período de isolamento do COVID-19. Em paralelo a isso pude acompanhar diversos desafios, inclusive o seu na SWIM CHANNEL (a jornalista Catarina Ganzeli nadou 12 horas em maio, clique aqui para saber mais). Ai foram aparecendo ideias. No começo da pandemia recebi a notícia de uma prova do Pablo Fernandez, que nadou 25 horas nessa piscina de corrente. Meses depois em junho vi a notícia do espanhol Alberto Lorente, quebrando esse recorde e acompanhei toda a transmissão. Eu sempre tive essa vontade de nadar por mais tempo e vendo essas notícias e já treinando em uma piscina de corrente, só uni as informações e foi daí que nasceu o novo desafio.

Mayra Santos – Foto: Reprodução/Instagram

SWIM CHANNEL: O que te motiva?

MAYRA: O que me motiva, sem dúvida, é o prazer de nadar. Gosto muito de passar meu tempo nadando, mas sobre tudo, é superar meus limites, é uma motivação extra para mim.

SWIM CHANNEL: Como está sendo sua preparação?

MAYRA: Estou sem treinador nesse momento, logo não tenho um apoio e um suporte técnico nessa fase. Quem está fazendo a preparação desde setembro sou eu mesma. Mario Bonança foi meu treinador e me apoiou na prova de 42km. Eu treinava no Clube Naval, com o técnico presente, mas com o fechamento da piscina fiquei sem treinador, ou seja, minha preparação vem daquilo que eu sinto, vou nadando muitos metros e muitas horas. Faço treinos de noite e na madrugada para adaptar o meu corpo. Faço sessões de treino de 2, 3 e 6 horas e assim tem sido minha preparação.

SWIM CHANNEL: Como será sua estrutura no dia do desafio?

MAYRA: No dia do evento terei apoio on-line do canal naminhaterra.com. O canal transmite ao vivo eventos da Ilha da Madeira para o mundo e acabou se tornando um veículo muito visto por conta do movimento turístico na Madeira. Terei três câmeras, sempre a me filmar em diferentes posições. Então a transmissão será completa e sem intervalos. O apoio de hidratação e alimentação será feito pelo meu marido, que já acompanha meus treinamentos no mar. A água não será aquecida, porque pedi que fique na temperatura ambiente e a piscina não está coberta, pois ainda estamos estudando a possibilidade de uma tenda. Porém, quero nadar ao ar livre como se eu estivesse nadando no mar. Essa será minha estrutura do dia.

SWIM CHANNEL: Qual sua expetativa para o desafio? Pretende nadar quantas horas?

MAYRA: Minha expectativa será sempre fazer história e a partir das 24 horas eu já estabeleço o recorde feminino. Logo, quando completasse 24 horas eu poderia parar, mas eu almejo o recorde absoluto, que é o masculino de 30 horas. Tentarei nadar mais do que o recorde do Alberto e não tenho um objetivo fechado, podem ser 31 ou 35 horas. Meu objetivo é simplesmente passar das 30 horas, porém sei que me manterei na água o máximo que puder se estiver me sentindo confortável e com vontade de continuar. Nesse evento eu peço contribuições para arrecadar fundos para a associação sem fins lucrativos ACREDITAR, que ajuda crianças e jovens com câncer e também oferece suporte emocional e social às suas famílias, como acolhimento, casas de apoio, voluntários de apoio hospitalar e domiciliar. Qualquer contribuição será muito bem-vinda. Eu ainda não sei qual será a forma de arrecadação, se será criada uma conta ou uma linha própria. Estamos estudando qual será a melhor forma e quero aproveitar esse desafio, que será midiático, para contribuir para esta causa tão importante.

Tags

Águas abertas Mayra Santos natacao piscina de esteira Portugal recorde mundial

Catarina Ganzeli

Nadadora da Unisanta e da seleção brasileira  especialista em ultramaratonas aquáticas

Notícias relacionadas