Roma

Retrospectiva 2020 SWIM CHANNEL – parte 1

Primeira parte desse especial recorde os meses de janeiro, fevereiro, março e abril de 2020

28/12/2020 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter
Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 - Foto: AFP Photo

Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 - Foto: AFP Photo

Mais um ano vai chegando ao fim. E que ano!

2020 foi um ano histórico e atípico. Enfrentamos muitas adversidades devido a pandemia do COVID-19, tivemos eventos cancelados, adiados, suspensos. Atletas e profissionais do esporte contaminados pelo vírus e incertezas que o futuro nos reserva. Mas também tivemos esperança, em ver as competições voltar, os atletas treinando mais uma vez na piscina e assistir a novos recordes mundiais sendo estabelecidos. Um ano e tanto que relembramos aqui nessa série especial de três textos com histórias que foram assuntos aqui na SWIM CHANNEL. Hoje falamos sobe os meses de janeiro, fevereiro, março e abril. Confira abaixo!

 

Os brasileiros na China com seus prêmios – Foto: Instagram de Nicholas Santos

Janeiro
* A marca MP Michael Phelps fechou um contrato de patrocínio com a Federação Portuguesa de Natação: clique aqui para ler.
* Poliana Okimoto realizou um treinão coletivo na piscina do Pacaembu com atletas amadores em prol da preservação da piscina em São Paulo: clique aqui para ler.
* [foto] O quarteto João Gomes Jr, Felipe Lima, Marcelo Chierighini e Nicholas Santos conquistam medalhas no FINA Champions Swim Series na China: clique aqui para ler.
* Bruno Fratus disputa sua primeira competição no Euro Meet em Luxemburgo: clique aqui para ler.
* Início da temporada 2020 do Circuito Maratona Aquática: clique aqui para ler.

 

Sun Yang – Foto: Adam Pretty/Getty Images

Fevereiro
* O brasileiro Adherbal de Oliveira foi eleito pela World Open Water Swimming Association como o homem do ano nas águas abertas em 2019: clique aqui para ler.
* O campeão olímpico Roland Schoeman foi suspenso por um ano pela WADA por doping. A decisão seria anulada em abril e definida como sem intenção: clique aqui para ler.
* O brasileiro Gabriel Santos teve sua pena de doping revista e anulada pela WADA. Com isso ele já pode voltar aos treinos de olho nos Jogos Olímpicos: clique aqui para ler.
* [foto] O campeão olímpico e maior estrela do esporte chinês, Sun Yang, foi condenado pela WADA a uma suspensão de oito anos, o que praticamente encerra sua carreira. Porém, em dezembro a pena foi anulada devido irregularidades no julgamento. O chinês deve voltar a ser julgado em 2021: clique aqui para ler.

 

Medalhas dos Jogos de Tóquio – Foto: Reprodução/COI

Março
* Diversos eventos esportivos foram cancelados devido a pandemia do COVID-19. Nas águas abertas grandes circuitos como Rei e Rainha do Mar, Circuito Mares e XTERRA Swim Challenge tiveram que rever suas programações: clique aqui para ler.
* A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) também teve que cancelar e remarcar eventos devido a pandemia, inclusive o Troféu Brasil que seria seletiva única olímpica para Tóquio: clique aqui para ler.
* [foto] O fato talvez de maior impacto no mundo esportivo em 2020 foram o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2021. Foi a primeira vez na história que a competição mudou de data, indo inclusive contra a Carta Olímpica. Um fato histórico: clique aqui para ler.
* A SWIM CHANNEL lançou sua edição #32 especial sobre uma das provas (senão a mais) famosas nas águas abertas: a Travessia do Canal da Mancha: clique aqui para ler.

 

Cesar Cielo – Foto: Satiro Sodré/SSPress

Abril
* [foto] A SWIM CHANNEL começou a realizar uma série especial de lives no Instagram entrevistando os medalhistas olímpicos da natação brasileira recordando os momentos inesquecíveis de suas carreiras: clique aqui para ler.
* O antigo recorde sul-americano de Djan Madruga nos 800m livre, que vigou por quase 30 anos quando foi superado por Luiz Rogério Arapiraca, completou 40 anos e relembramos este momento: clique aqui para ler.
* A marca Fabiola Molina Store entrou na onda de solidariedade no combate ao COVID-19, produzindo máscaras e acessórios para profissionais de saúde: clique aqui para ler. A Speedo foi outra marca que também produziu máscaras: clique aqui para ler.
* Primeiro medalhista olímpico da natação brasileira, Tetsuo Okamoto foi imortalizado no Hall da Fama do Comitê Olímpico do Brasil (COB): clique aqui para ler.

Tags

Águas abertas natacao retrospectiva 2020

Notícias relacionadas