Revezamento e Brandon Almeida se classificam no último dia

30/07/2017

Facebook Twitter

O revezamento brasileiro do 4x100m medley fez o dever de casa e conseguiu se classificar com o quinto tempo para a grande final que encerrará o Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de Budapeste. A equipe totalizou 3min32s38, mas que precisa baixar para estar na luta pelo pódio na final. Tanto as parciais, como os tempos de troca foram um pouco mais altos do que os atletas são capazes de fazer, sinalizando que o time fez o suficiente para se classificar e se poupar para mais tarde.

Guilherme Guido abriu os serviços com um tempo alto de 54s11. Felipe Lima foi escalado para o nado peito e teve 59s51 de parcial. Em seguida veio Henrique Martins que marcou 51s03 e coube a Bruno Fratus fechar o revezamento com a parcial de 47s73. O melhor tempo foi da equipe reserva dos Estados Unidos com 3min29s66 que por muito pouco não foi desclassificada. Na última troca, Towley Haas pulou no limite do limite com -0s03 de reação. Lembrando que a Fina desclassifica a equipe que tiver algum atleta saltando com -0s04. Os americanos são os favoritos e devem lutar contra os britânicos pela medalha de ouro. O Brasil tem potencial para disputar o bronze contra Japão, Rússia, China e Hungria.

Brandonn Almeida nadará sua primeira final - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Brandonn Almeida nadará sua primeira final – Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Além do 4x100m medley teremos mais um brasileiro nas finais de logo mais. Brandonn Almeida conseguiu se classificar para a final dos 400m medley e fará sua primeira final em Mundiais. O jovem nadador fez 4min13s13 e passou com quinto tempo, mas pode ir muito mais além já que tem como melhor desempenho 4min12s49. Vale destacar de todos os oito classificados o brasileiro teve o segundo melhor parcial nos últimos 50 metros (30s10) e precisa voltar a fechar forte na final, que promete ser fortíssima já que não tivemos surpresas. Todos os principais candidatos ao pódio conseguiram avançar. O mais rápido foi o americano Chase Kalizs, único abaixo da casa de 4min10s com o tempo de 4min09s79.

Joanna Maranhão também nadou os 400m medley e terminou sua participação Mundial de Budapeste. A brasileira não conseguiu entrar na final da prova ao marcar 4min41s29. Para estar entre as oito melhores colocadas Joanna teria que fazer a melhor prova de sua vida e bater seu recorde brasileiro de 4min38s07. Terminou na 11ª colocação. Katinka Hosszu avançou com o melhor tempo (4min33s90) e é a favorita para conquistar a medalha de ouro e fazer a festa da torcida na Duna Arena.

Joanna Maranhão durante os 400m medley - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Joanna Maranhão durante os 400m medley – Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Tivemos também a definição do revezamento 4x100m medley feminino que teve a equipe reserva dos Estados Unidos se classificando com o melhor tempo de 3min55s95. O último dia de finais em Budapeste tem início a partir das 12h30 com transmissão do Sportv. Clique aqui e confira o resultado completo das eliminatórias.

Por Guilherme Freitas

Tags

Brandonn Almeida Budapeste-2017 Campeonato Mundial Joanna Maranhão natacao revezamento 4x100m medley