Rio Negro Challenge por Catarina Ganzeli

02/05/2017

Facebook Twitter

Catarina Ganzeli venceu  prova feminina de 3 km – Foto: Antônio Lima/Sejel

Na manhã do último domingo aconteceu o Rio Negro Challenge Amazônia na praia da Ponta Negra, em Manaus. Foram mais de 200 nadadores em ação neste evento que movimentou a capital amazonense e já se tornou tradicional quando o assunto é águas abertas.

Com apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria do Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), a competição foi realizada em duas provas de 1,5 km e 3 km, em 14 categorias, entre masculino e feminino. Além disso, paralelo ao evento, ainda foi realizado o Circuito Curumim, com percurso de 500 metros, composto pelas provas Mirim (de 8 a 9 anos), Mirim 1 (de 10 a 11 anos) e Petiz (de 12 a 13 anos).

Na distância mais longa – 3km – composta por duas voltas de 1,5km, fiquei muito feliz por ter sido a campeã da prova, sendo esta minha primeira participação neste evento. Estou bem treinada e as condições do rio, o clima e a organização da prova facilitaram meu desempenho. A temperatura da água estava a 26 graus, sem ondulações o que facilita muito a visibilidade e sem correntes, condições ideais para a prática da modalidade. A cor cobre das águas do Rio Negro faz contraste com as boias, ajudando muito na sinalização. A vice-campeã foi Elysa Oliveira Maia (La Salle) seguida por Yuri Sasai (Aquática Amazonas) . No masculino o campeão foi Flavio Montei (Newgym) que chegou em disputa acirrada com seu adversário Felipe Andrade (Aquática Amazonas), seguido de André Brito (La Salle).

O pódio da prova no masculino no Rio Negro - Foto: Sinpol

O pódio da prova no masculino no Rio Negro – Foto: Sinpol

Os campeões da prova de 1,5km foram Matheus Andrade (Aquática Amazonas) e Isabele Silva (Cirmman). Na noite anterior à prova foi realizado o congresso técnico em meio a entrega de kits na Aquática Amazonas onde foram exibidos vídeos de depoimentos sobre o Canal da Mancha, com o intuito de difundir a modalidade no estado. Todos os atletas receberam kits contendo camisa, touca e sacola de pano. Ao chegarem à área de competição foram feitas as marcações e entrega dos chips, além de serem repassadas as orientações referentes ao percurso. Foram premiados do 1º ao 5º colocados no geral, além dos três primeiros de cada categoria com troféus.

Como se não bastassem essas adoráveis condições, a organização disponibiliza lanchas, botes, caiaques, barco da marinha, equipe médica e bombeiros, que garantem a segurança de todos os participantes. Os organizadores tiveram o cuidado de se certificar de que toda a equipe de resgate estivesse pronta para atender qualquer emergência antes da largada das provas, sempre prezando pela segurança das vidas que estão lidando. Algo que nem se fez necessário pelo tamanho staff e ótimas condições climáticas. A prova ocorreu maravilhosamente bem, sem nenhuma ocorrência.

O pódio feminino da prova do Rio Negro - Foto: Reprodução/Instagram

O pódio feminino da prova do Rio Negro – Foto: Reprodução/Instagram

Dos 210 inscritos, 32 atletas são de outras localidades, como Rio de Janeiro, São Paulo, Piauí, Roraima, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Salvador, Maceió, Maranhão, Brasília, além da Colômbia. No dia 3 de dezembro acontecerá a próxima etapa do circuito com uma atração a mais: a tradicional Travessia Tamandaré de 8 km cruzando o Rio Negro.

por Catarina Ganzeli

Tags

Águas abertas Amazonas Catarina Ganzeli Rio Negro Challenge