Ryan Lochte: dez meses de gancho!

08/09/2016

Facebook Twitter

Ryan Lochte foi punido pela confusão no Rio – Foto: Associated Press

A polêmica história do assalto sofrido no Rio de Janeiro custou caro para Ryan Lochte. Além da perda de patrocinadores e prestígio, o nadador americano também recebeu uma punição da USA Swimming e do Comitê Olímpico Americano por dez meses. Com essa pena Lochte está fora dos próximos dois campeonatos mundiais: de curta em Windsor, que acontece em dezembro, e de longa em Budapeste, marcado para julho do ano que vem. Jimmy Feigen, Gunnar Bentz e Jack Conger, envolvidos na confusão, também foram punidos.

Após o término das provas de natação os quatro nadadores participaram de uma festa e na volta para Vila Olímpica se envolveram em uma confusão com seguranças em um posto de gasolina. Alcoolizados eles acabaram danificando o banheiro do estabelecimento e só saíram do local após deixar dinheiro para pagar pelos danos. O que seria apenas um incidente virou assunto mundial depois que Lochte contou a imprensa americana que havia sofrido um assalto a mão armada e teve uma pistola apontada para sua cabeça. Depois de depoimentos controversos entre os envolvidos a farsa foi descoberta pela polícia.

Lochte também terá que cumprir horas de trabalho comunitário - Foto: Getty Images

Lochte também terá que cumprir horas de trabalho comunitário – Foto: Getty Images

A atitude imatura de Lochte acabou lhe custando quatro contratos de patrocínios que, entre eles com Speedo e Ralph Lauren. Teve que conceder várias entrevistas sobre o caso e relutou em confessar que havia mentido, mas mesmo após inúmeros pedidos de desculpas acabou sendo intimado para prestar novo depoimento para a Polícia Rio de Janeiro, também viu sua reputação ser arranhada e foi até motivo de piada em apresentação do humorista Jimmy Fallon em cerimônia do VMA.

Porém, a punição mais dura foi o gancho de dez meses fora das piscinas. Isso irá impedi-lo de competir dentro e fora dos Estados Unidos. O nadador não estará em Windsor no fim do ano para o Mundial de curta e também vai perder a seletiva nacional e o Mundial de longa de Budapeste. Desde 2004 Lochte participa de todos os principais eventos internacionais de natação e já ganhou mais de 80 medalhas nestes eventos. A suspensão também inclui 20 horas de serviço comunitário, corte na ajuda de custo oferecida pela USA Swimming e ausência em eventos oficiais do Comitê Olímpico americano pelo período.

O nadadores Bentz, Conger (foto) e Feigen também foram suspensos - Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

O nadadores Bentz, Conger (foto) e Feigen também foram suspensos – Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

Feigen, Bentz e Conger também não se safaram de uma punição pelo caso. O trio recebeu uma pena menor: quatro meses, que os deixará fora do Mundial de curta. A ajuda de custo oferecida pela USA Swimming durante este período também foi cortada. Após toda a polêmica que rendeu dias de manchetes em jornais e entrevistas na TV a mentira não passou impune. Agora o quarteto terá que arcar com as consequências e esperamos que a lição tenha sido aprendida.

Por Guilherme Freitas

Tags

Jogos Olímpicos polêmica polícia Rio-2016 Ryan Lochte USA Swimming