Roma

Scheffer brilha e bate mais um recorde no Troféu Brasil

Nadador do Minas TC mais uma vez é o nome do dia e supera o recorde sul-americano nos 200m livre com um expressivo 1min46s08

20/04/2018 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter
Fernando Scheffer - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA
Fernando Schefer - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Fernando Schefer - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Fernando Scheffer - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Depois de sua incrível parcial de 1min44s84 nos 200m livre, Fernando Scheffer era o centro das atenções na piscina do Parque Aquático Maria Lenk. Todos se perguntavam se o jovem nadador do Minas TC poderia repetir a atuação de gala do revezamento 4x200m livre e na prova individual. A resposta foi sim. Scheffer brilhou mais uma vez neste Troféu Brasil ao estabelecer uma nova marca sul-americana: 1min46s08, um resultado expressivo onde ele quase se tornando o primeiro brasileiro a nadar na casa de 1min45s. O destaque foi sua excelente segunda parcial, onde ele deixou seus adversários mais próximos para trás e acabou sendo fundamental no resultado final. Breno Correa, que havia sido o mais rápido pela manhã, levou a prata com 1min47s94 e o bronze ficou com João de Lucca, o antigo recordista que hoje nadou para 1min47s98.

Sem a presença de Larissa Oliveira, que optou por não nadar a prova, Manuella Lyrio era a principal candidata a medalha de ouro. A nadadora do Pinheiros começou muito forte abrindo vantagem, mas sentiu o início agressivo e acabou perdendo velocidade no fim da prova. Terminou em primeiro lugar com 1min59s23, bem distante de seu recorde sul-americano (1min57s28). Além dela outras duas jovens nadadoras conseguiram nadar abaixo de 2 minutos e ir ao pódio: Rafaela Raurich com 1min59s92 e Maria Paula Heitmann com 1min59s99.

Os 400m medley feminino abriram os serviços do dia e Gabrielle Roncatto conquistou sua segunda vitória individual no Troféu Brasil. Depois de ser campeã nos 200m medley, a jovem nadadora da Unisanta teve que se superar para ultrapassar a argentina Virginia Bardach nos metros finais e levar o ouro na batida de mão com seu melhor tempo pessoal: 4min45s98. Virginia, que liderava até a última virada, ficou com a prata com 4min46s02 e sua compatriota Florencia Perotti terminou na terceira colocação com 4min48s82.

A prova masculina vitória do favorito e principal nome do país nesta distância. Brandonn Almeida dominou os 400m medley e não teve dificuldades em faturar a medalha de ouro com o tempo 4min16s01. O nadador do Corinthians, que esta treinando desde o fim do ano passado nos Estados Unidos, afirmou que sentiu bastante no fim da prova. O pódio teve mais dois jovens atletas Leonardo Santos que levou a prata com 4min22s06 e Ícaro Pereira que com o tempo de 4min22s72 terminou na terceira colocação.

Nos 100m costas tivemos uma grata surpresa. Gabriel Fantoni superou Guilherme Guido e conquistou seu primeiro título nacional absoluto. Com o tempo de 54s07 o jovem nadador do Minas TC fez uma prova perfeita em todos os fundamentos, comemorando muito o título e a quase certa vaga na seleção brasileiro que disputará o Campeonato Pan-Pacífico em Tóquio. Guido, que desde 2014 era campeão nesta distância, terminou com a prata com 54s61 e Fabio Santi que pegou o bronz com 55s26.

Na prova feminina Kira Toussaint não teve dificuldades para vencer a prova, mas não conseguiu quebrar a barreira do minuto como ela fez na semana passada em uma competição na Holanda. Depois da vitória ontem nos 50m costas a holandesa que representa o Minas TC retornou a piscina e conquistou seu segundo ouro no Troféu Brasil com 1min00s93. Andrea Berrino e Fernanda Goeij também foram ao pódio com os respectivos tempos de 1min01s46 e 1min02s54.

Vice-campeão mundial desta prova, Nicholas Santos conquistou mais um título nos 50m borboleta. Com uma prova perfeita, o experiente nadador da Unisanta teve como sempre uma ótima saída e entrada na água. Depois o velocista continuou acelerando para cravar o segundo melhor tempo do mundo em 2018 com 22s97. Henrique Martins até que tentou acompanhá-lo, mas não conseguiu superá-lo e terminou com a prata com o tempo de 23s15. Guilherme Rosolen completou o pódio com 23s32.

Na prova feminina a favorita também venceu. Daynara de Paula fez uma ótima prova largando bem e fechando forte em 26s41. Bruna Rocha, que chegou a emparelhar com a adversária do SESI-SP terminou em segundo lugar com 26s68. Na terceira posição um empate entre Daiene Dias e Giovanna Diamante que cravaram 26s78. Detalhe é que Giovanna faz uma ótima competição tendo ido ao pódio em todas as provas de borboleta e melhorando todos seus tempos pessoais.

Os resultados completos do Troféu Brasil podem ser conferidos no site da CBDA neste endereço. Amanhã acontece a quinta e última etapa do campeonato com as provas de 200m peito (M/F), 50m livre (M/F), 800m livre (F), 1500m livre (M) e revezamento 4x100m medley (M/F).

Tags

Brandonn Almeida CBDA Daynara de Paula Fernando Scheffer Gabriel Fantoni Gabrielle Roncatto Kira Toussaint Manuella Lyrio natacao Nicholas Santos Troféu Brasil

Notícias relacionadas