Seis vezes Allan do Carmo

12/01/2016

Facebook Twitter

Quando a fase é boa tudo dá certo. Allan do Carmo vem vivendo na prática este ditado popular durante este ciclo olímpico. Vencedor do Desafio Rei e Rainha do Mar, medalhista nas duas últimas edições do Campeonato Mundial, campeão da Copa do Mundo e eleito o maior nadador de águas abertas em 2014, Allan adicionou mais uma conquista para somar ao seu premiado currículo. No último domingo o baiano venceu a tradicional Travessia de Mar Grande-Salvador pela sexta vez, tornando-se o maior campeão da história do evento.

Ao cruzar a linha de chegada em 1h36smin39s Allan superou Lourival Quirino com quem estava empatado na condição de pentacampeão e máximo vencedor. Agora ele se isola como maior campeão da prova. “É indescritível nadar a Travessia Mar Grande-Salvador. A história que tenho na prova aliada ao calor e energia da nossa torcida me fazem nadar, verdadeiramente, em estado de êxtase! O meu sexto título dessa prova foi, com toda certeza, um esquente para o que será nas Olimpíadas: muita preparação, foco, disputa dentro d’água e torcida a mil por hora”, disse o nadador após mais uma conquista nas águas da Bahia.

A Travessia Mar Grande-Salvador é um dos eventos de águas abertas mais antigos do país, sendo disputada na Baía de Todos os Santos. Idealizada pelo jornalista Genésio Ramos e com 12 km de percurso, a prova tem largada na Praia do Duro, em Mar Grande, e chegada no Porto da Barra, em Salvador.

 

Allan do Carmo passa por uma excelente fase - Foto: Satiro Sodre/SSPress

Allan do Carmo passa por uma excelente fase – Foto: Satiro Sodre/SSPress

 

O pódio da prova masculina teve Luis Rogério Arapiraca na segunda lugar com tempo de 1h38min49s, seguido por Renan Barbosa terceiro colocado com 1h49min00s. No feminino a medalha de ouro ficou com Márcia Santos, que depois de bater duas vezes na trave venceu a tradicional competição baiana em 1h54min30s. O pódio foi completado por Suelly Siqueira (2h01min03s) e Isabelly Andrade (2h03min25s).

Já classificado para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Allan fará um trabalho de altitude nos próximos dias na cidade mexicana de La Loma, a 1900m acima do nível do mar. O nadador começou o ano com o pé direito e pretende manter a boa fase para os próximos desafios que vem pela frente.

Guilherme Freitas

Tags

Águas abertas Allan do Carmo Bahia Rio-2016 Travessia Mar Grande-Salvador