Seleção brasileira preparada para o ODESUR

Jovem equipe enviada para os Jogos Sul-Americanos em Cochabamba é a favorita para conquistar a maioria das medalhas em disputa

25/05/2018 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter

Tem início neste domingo as provas de natação dos Jogos Sul-Americanos do ODESUR, a principal competição poliesportiva do nosso continente e que é realizada de quatro em quatro anos. Em 2018 o evento será disputado na cidade de Cochabamba, na Bolívia e tem cerimônia de abertura marcada para este sábado. Na manhã do dia seguinte os nadadores já caem na água no primeiro de quatro dias de disputas da modalidade na recém-construída piscina do Parque Acuático Mariscal Santa Cruz.

Diferentemente das duas edições passadas em Medellín-2010 e Santiago-2014, o Brasil desta vez não enviou sua seleção principal que se concentrará no Campeonato Pan-Pacífico de Tóquio e no Campeonato Mundial de curta de Hangzhou. A CBDA optou por enviar a Cochabamba uma equipe mais jovem como forma dar oportunidade a estes atletas representarem o país no exterior e ganhar mais experiência. Mesmo sem os medalhista no último Mundial em Budapeste, a equipe brasileira é a mais forte da competição.

O time masculino conta com quatro nadadores que estarão no Pan-Pacífico em agosto, mas que já estavam convocados antes Troféu Brasil para os Jogos do ODESUR. Entre eles estão dois recordistas sul-americanos: Guilherme Costa, que é  atual recordista dos 800m e 1500m livre e único homem do continente a nadar os 1500m abaixo de 15 minutos, e Fernando Scheffer, recordista continental nos 200m livre. Além deles a dupla Gabriel Fantoni e Marco Antonio Ferreira Júnior também nadará a competição na Bolívia, assim como André Luiz Souza, convocado para os Jogos Olímpicos da Juventude.

Entre as mulheres a mais experiente do time será Gabrielle Roncatto. Campeã nacional dos 200m e 400m medley no Troféu Brasil, ela é inclusive a única atleta da natação com uma Olimpíada no currículo já nadou a prova do revezamento 4x200m livre no Rio-2016. Mas mesmo jovem a equipe feminina conta com muitas nadadoras com bagagem em seleções de base. Inclusive três das quatro convocadas para a Olimpíada da Juventude de Buenos Aires foram chamadas: Ana Carolina Vieira, Fernanda Goeij e Rafaela Raurich. As eliminatórias começaram as 10h30 no horário de Brasília e as finais as 19h. O evento não terá transmissão via TV para o Brasil.

Além da natação haverá ainda uma maratona aquática de 10 km no dia 1º de junho na Represa La Angostura. O Brasil terá apenas dois jovens representantes em ação: Mariana Vignoli e Henrique Figueirinha, que também estão convocados para o Campeonato Mundial Júnior de Eilat em Israel. A dupla terá adversários experientes, mas tentará nas águas de Cochabamba conquistar suas primeiras medalhas internacionais.

Outras seleções: Entre os destaques internacionais dos Jogos do ODESUR estarão em ação a equatoriana e vice-campeã mundial na maratona aquática Samantha Arévalo e seu compatriota Esteban Enderica, a chilena Kristel Kobrich, o paraguaio Benjamin Hockin e o colombiano Jorge Murillo. Balizamento e informações adicionais no site oficial do evento.

Confira abaixo a lista completa de convocados para o Jogos Sul-Americanos do ODESUR:

Feminino: Ana Carolina Vieira, Beatriz Dizotti, Beatriz Lysy, Bruna Leme, Camila Melo, Clarissa Rodrigues, Fernanda Goeij, Gabrielle Roncatto, Luanna Oliveira e Rafaela Raurich

Masculino: André Luiz Souza, Breno Correia, Bruce Hanson Almeida, Fernando Scheffer, Gabriel Fantoni, Guilherme Costa, Kauê Carvalho, Marco Antonio Ferreira Júnior, Matheus Gonche e Yuri Querino

Águas abertas: Mariana Vignoli e Henrique Figueirinha

Tags

Águas abertas Cochabamba-2018 Gabrielle Roncatto Guilherme Costa Jogos Sul-Americanos do ODESUR natacao

Guilherme Freitas

Jornalista sênior da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas