Show de Nicholas Santos em Budapeste

Velocista crava melhor marca das Américas no FINA Champions nos 50m borboleta; nas águas abertas Ana Marcela é prata

13/05/2019 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter
Nicholas Santos - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA
Nicholas Santos - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Nicholas Santos - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Nicholas Santos - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Neste fim de semana a natação brasileira conquistou ótimos resultados em duas frentes dos eventos da Federação Internacional de Natação (FINA). Na piscina boas marcas, com direito a recorde sul-americano na etapa e Budapeste do FINA Champions Swim Series, o novo evento internacional da entidade. E nas águas abertas, medalha de prata e liderança no ranking mundial da etapa de Seychelles no FINA Marathon Swim Series, principal circuito internacional da federação.

Em Budapeste cinco atletas do país estiveram presentes na segunda etapa do novo evento da FINA: Nicholas Santos, Bruno Fratus, Etiene Medeiros, João Gomes Júnior e Felipe Lima. Todos expressivos em suas provas e que fazem parte dos atletas habilitados a disputar a competição, destinada apenas a elite da natação mundial (leia mais sobre o evento aqui). E já que estamos em um evento de altíssimo nível, nada mais apropriado do que performances de altíssimo nível.

Nicholas Santos – Foto: Reprodução/Instagram

E coube a Nicholas o feito mais impressionante da etapa. Aos 39 anos o velocista mostra que fica melhor a cada temporada. Em Budapeste nadou os 50m borboleta e estabeleceu um novo recorde sul-americano: 22s60, melhor tempo do mundo em 2019 e melhor marca das Américas em todos os tempos superando por um centésimo sua antiga arca estabelecida no Troféu Brasil-Maria Lenk de 2017. Um tempaço que mostra como o nadador evolui cada vez mais na prova e mostrando que a idade é apenas um detalhe.

Outro brasileiro que venceu seu desafio em Budapeste foi João Gomes Júnior. Com 26s64 ela venceu os 50m peito, superando inclusive seu compatriota Felipe Lima, segundo colocado com 26s86. Na etapa anterior em Guangzhou ambos já haviam sido os mais velozes nesta distância, porém, com vitória de Felipe. João ainda nadou a prova do revezamento 4x50m medley misto terminando em quarto lugar com sua equipe.

Os brasileiros em Budapeste – Foto: Domeyko Images

Bruno Fratus e Etiene Medeiros estrearam na competição, mas sem vitórias. O velocista foi superado por Ben Proud nos 50m livre terminando na segunda colocação: 21s52 do britânico contra 21s67 do brasileiro. Já Etiene nadou duas vezes, sendo terceira colocada em ambas as provas individuais (50m costas com 28s25 e 50m livre com 24s85) e segunda no revezamento 4x50m livre misto. O grande nome da etapa foi a sueca Sarah Sjöström que venceu cinco provas: 50m, 100m e 200m livre e os 50m e 100m borboleta. Os resultados completos estão aqui.

Já nas águas abertas a ilha de Seychelles recebeu a segunda etapa do FINA Marathon Swim Series. Em uma prova forte com a presença de medalhistas olímpicos e mundiais, Ana Marcela Cunha foi o destaque do Brasil ao conquistar a medalha de prata. A brasileira nadou os 10 km em 2h01min34s1 e chegou atrás apenas da italiana Arianna Bridi, campeã com 2h01min33s9 de prova. O resultado deixou a brasileira na liderança do ranking do circuito com 1500 pontos contra 1150 pontos das vice-líderes Arianna Bridi e Rachele Bruni. Ana Marcela busca em 2019 o pentacampeonato no evento.

Pódio feminino em Seychelles – Foto: Reprodução/Instagram

Além dela mais três brasileiros disputaram a prova. Fazendo sua estreia no circuito mundial da FINA, Aricia Peree terminou a prova na 27ª colocação com 2h07min03s7. Na prova masculina o melhor brasileiro foi Allan do Carmo na 15ª colocação com 1h57min18s6. Victor Colonese foi o 18º colocado com o tempo de 1h57min22s1. O vencedor da disputa foi o medalhista olímpico Marc-Antoine Olivier que nadou para 1h56min02s0. Os resultados completos podem ser conferidos no site da FINA clicando aqui.

Tags

Águas abertas Ana Marcela Cunha Fina FINA Champions natacao Nicholas Santos

Guilherme Freitas

Jornalista sênior da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas