Travessia 14 Bis: tradição em águas abertas

28/10/2015

Facebook Twitter

Aconteceu no último fim de semana uma das provas mais antigas e tradicionais de águas abertas do país. Trata-se da Travessia 14 Bis, com percurso de 24 km entre as cidades de Bertioga e Santos, no litoral norte de São Paulo e que é disputada desde 1970.

Organizada pela Aeronáutica do Brasil, esta travessia é sempre realizada em novembro como parte das comemorações da Semana da Asa. Nas primeiras 45 edições, a largada ocorria no píer do Núcleo da Base Aérea de Santos, situado na cidade de Guarujá, e a chegada se dava em Bertioga. Em 2013 o trajeto foi invertido, com a partida sendo no Forte São João, em Bertioga, e a chegada no Núcleo da Base Aérea de Santos.

Em todas essas 48 edições já realizadas o experiente nadador Glauco Rangel é o maior vencedor da Travessia 14 Bis. Ele venceu a prova sete vezes e sendo que uma delas foi um tricampeonato consecutivo entre 2000 e 2002. Na edição deste ano dois nadadores lutavam por um tetracampeonato consecutivo: Thais Santana e e Marcos de Campos Sá Rodrigues.

Porém, os favoritos foram surpreendidos e tivemos no último fim de semana novos campeões. Na prova feminina a vitória foi de Romi Imwinkelried que concluiu a travessia em 5h06min. O pódio foi completado por Thais Sant’ana que nadou em 5h11min e Victoria Gianlourenço com tempo total de 5h42min. No masculino vitória de Artur Pedroza com 4h44min, seguido por Raul Porto com 4h46min e Marcos de Campos Sá Rodrigues com 4h47min.

Por Raul Hacker

Tags

Águas abertas Bertioga Santos Travessia 14 Bis travessias