Travessia Almirante Tamandaré nas águas do Rio Negro

14/07/2017

Facebook Twitter

Vitor Gadelha (foto) é um dos destaques da natação amazonense – Foto: Organizador do evento

Mais uma vez as águas da Amazônia receberam nadadores de todo o país. No dia 3 de dezembro acontece em Manaus a 2ª etapa do Rio Negro Challenge, que terá quatro travessias nas águas do rio mais extenso de águas negras do mundo com 2,2 mil km. O Rio Negro ainda é o segundo maior em quantidade de volume de água, atrás apenas do gigante Amazonas e protagonista em um dos mais belos espetáculos da natureza: o encontro das águas, quando suas águas escuras esbarram com as barrentas do Rio Solimões. Números que demonstram grandeza e que também refletem a importância do evento de águas abertas, o maior da região norte do país.

A grande atração da 2ª etapa do Rio Negro Challenge é a Travessia Almirante Tamandaré. Prova tradicional da natação do Amazonas, ela foi disputada pela primeira vez na década de 1960 e voltou ao calendário nacional no ano passado. A travessia tem 8,5 km de percurso onde os nadadores partem da Ponta do Camaleão e nadam até Praia da Ponta Negra, atravessando o Rio Negro. A prova tem como característica o fato de ser bastante exigente devido a baixa densidade do rio que dificulta a flutuação do nadador dentro d’água e passa a sensação ao atleta de que ele esteja afundando.

O encontro das águas entre o Negro e o Solimões - Foto: Reprodução

O encontro das águas entre o Negro e o Solimões – Foto: Reprodução

Esta é uma prova que costuma reunir grandes nomes da natação brasileira e muito provavelmente veremos alguns destes ícones em ação dia 3 de dezembro. Na edição do primeiro semestre o evento teve a participação de Catarina Ganzeli, que disputou a etapa do Grand Prix da Fina em Santa Fé, e Vitor Gadelha, que completou recentemente a Travessia Capri-Nápoles na Itália. Os interessados em competir na Travessia Almirante Tamandaré também precisam estar atentos ao regulamento que exige a apresentação de guia para acompanhar durante todo o percurso o nadador, seja de caiaque ou stand up paddle.

Junto com a Almirante Tamandaré teremos outras duas provas: a Maratona Aquática Amazonas e o Circuito Curumim. A Maratona Aquática é composta por duas travessias de 1,5 km e de 3 km em um circuito montado na Praia da Ponta Negra. O Circuito Curumim tem a mesma dinâmica sendo destinado aos atletas de 8 a 13 anos com uma prova mais curta de 500m no mesmo local.

Catarina Ganzeli venceu prova feminina de 3 km - Foto: Antônio Lima/Sejel

Catarina Ganzeli venceu a primeira etapa em abril – Foto: Antônio Lima/Sejel

Além da densidade da água o atleta interessado em nadar no Rio Negro precisará se adaptar a temperatura da água que fica na casa dos 28°C, bem acima da média das tradicionais provas de águas abertas disputadas no mar. E nesta época do ano é a fase de cheia do Rio Negro devido à estação de chuvas o que deixa a faixa de areia mais curta e o rio mais alto. Uma experiencia única que exige tanto do lado físico quanto do mental. As inscrições para a 2ª etapa do Rio Negro Challenge já estão abertas e podem ser feitas pelo site da SWIM CHANNEL clicando aqui.

Por Guilherme Freitas

Tags

Amazonas Circuito Curumim Praia da Ponta Negra Rio Negro Rio Negro Challenge Travessia Almirante Tamandaré