Ultra Sports Science e o trabalho físico individual

Moderno centro de reabilitação e treinamento em São Paulo oferece serviço personalizado a atletas respeitando suas características

22/11/2019 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter
Atleta na piscina de esteira - Foto: Reprodução/Ultra Sports Science
Logo da Ultra Sports Science - Foto: Reprodução

Logo da Ultra Sports Science - Foto: Reprodução

Atleta na piscina de esteira - Foto: Reprodução/Ultra Sports Science

Hoje em dia atletas de elite contam com uma mega estrutura no dia a dia. São acompanhados por diversos profissionais de saúde, seguem a risca dietas nutricionais e realizam exames médicos com frequência. Mas este não é um luxo apenas da nata do esporte. Muitos atletas amadores, também estão cada vez mais intensificando seus planejamentos. Além de equipes multiesportivas também utilizam centros médicos de referência como a Ultra Sports Science.

Criada há 15 anos e com uma sede em São Paulo, a Ultra Sports Science é hoje um centro de reabilitação e performance completo. Uma história que começou através de uma experiência do idealizador e gestor da clínica Leonardo Pires com atletas profissionais nos Estados Unidos.

Vista da aérea da Ultra Sports Science – Foto: Reprodução

“Durante muito tempo trabalhei com basquete e com jogadores brasileiros que atuaram na NBA. Um deles, o Rafael Baby, me apresentou certa vez um centro em Santa Bárbara, na Califórnia, que servia como um espaço de pré-temporada para atletas das principais ligas americanas. Lá eles faziam trabalhos físicos para chegarem melhor preparados para a temporada principal. Sempre tive clínica, mas no estilo clássico com ortopedia e fisioterapia. Depois de conhecer esse centro me veio a ideia de desenvolver algo semelhante aqui no Brasil seguindo esse conceito de ter um trabalho mais específico em todos os sentidos”, diz Leonardo.

Por trabalho específico Leonardo explica. “Hoje temos uma equipe completa que conta com fisiologista, ortopedista, médico do esporte, fisiatra, fisioterapeuta, biomecânico de natação, ciclismo e corrida, cardiologista, nutricionista, entre outros. Ou seja, temos uma equipe profissional que é referência e atende toda esta demanda. São peças diferenciadas em suas áreas de atuação, além de estarem em contato frequente um com o outro. Eles precisam estar integrados para atender o atleta de forma multidisciplinar”, completa.

Atleta na Ultra Sports Science – Foto: Reprodução

O gestor destaca ainda que o grande diferencial da Ultra Sports Science para as demais clínicas é o fato do atleta receber um atendimento personalizado. “Trabalhamos com planos individuais. Por exemplo, se um atleta chega aqui para tratar alguma lesão ou inflamação não iremos usar o método tradicional, vamos buscar a causa do problema e tratar a lesão dele respeitando suas características”, afirma lembrando que todos os tratamentos são específicos para cada modalidade.

“Um nadador não vai avaliar só o braço na natação e sim fazer uma análise de biomecânica completa para melhorar sua performance e evitar lesões. Nosso conceito é que cada atleta é um atleta diferente. Buscamos entender o que cada um necessita para melhorar seu desempenho e performance. Cada um que chega aqui faz seu treino atendendo seu objetivo de forma diferenciada”, finaliza.

Atleta na piscina de esteira – Foto: Reprodução/Ultra Sports Science

O centro de reabilitação conta com tecnologia de ponta oferecendo espaços para recuperação física, academia e uma piscina de esteira indicada para nadadores e triatletas. O centro ainda tem uma parceria com a equipe de biomecânica da Meazure.

Para interessados em conhecer mais sobre a Ultra Sports Science o espaço esta localizado na Rua Iraúna, 195, no bairro da Vila Olímpia em São Paulo. O centro de reabilitação também esta presente no Instagram (@ultrasportscience) e Facebook (facebook.com/ultrasportscience). Já o telefone de contato é (11) 3051.4304 e o e-mail: contato@ultrass.com.br. Assista abaixo a um teaser da Ultra Sports Science.

Tags

biomecânica clínica de reabilitação Leonardo Pires natacao Ultra Sports Science

Guilherme Freitas

Jornalista sênior da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas