Uma noite perfeita na Barra do Sahy

Primeira edição da Fuga ao Luar foi realizada com sucesso, sendo aprovada pelos nadadores que caíram no mar durante a noite

10/12/2019 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter
Atletas na Fuga ao Luar - Foto: Ricardo Augusto
Fuga ao Luar - Foto: Ricardo Augusto

Fuga ao Luar - Foto: Ricardo Augusto

Atletas na Fuga ao Luar - Foto: Ricardo Augusto

Não é muito comum acontecerem provas de natação em águas abertas durante a noite. Afinal existem vários obstáculos para realizar eventos como esses, a começar pela segurança. Não dá para encarar um mar agitado no meio da escuridão e nem uma noite com a luz encoberta dificultando a visão dos nadadores. É preciso haver condições perfeitas para que tudo corra bem para a saúde dos participantes. E foi justamente isso que aconteceu no último sábado com um grupo de nadadores que participou da Fuga ao Luar, um passeio aquático de 2 km entre as Ilhas e a Praia da Barra do Sahy no litoral norte de São Paulo.

O desafio faz parte do projeto Viva a Aventura, que busca ajudar na propagação da conscientização ambiental e incentivar o contato direto do nadador com a natureza através de um clima amistoso. Não há prêmios ou medalhas em jogo. Os participantes fazem passeios aquáticos pelo litoral apreciando e curtindo a região e a natureza ao lado de amigos.

Clima de descontração na Fuga ao Luar – Foto: Ricardo Augusto

Para alguns dos presentes, cair na água a noite não foi uma novidade. Mas mesmo assim, tratou-se de uma experiência marcante. “Nadar à noite é bem diferente do habitual. Com a diminuição da luminosidade, leva um tempo para a sua visão se adaptar a esta condição e você passa a prestar mais atenção nos outros sentidos, sente mais a textura e a temperatura da água”, disse Fabiana D’Orto que nadou a Fuga ao Luar e já tinha nadado durante a noite em uma etapa do XTERRA Swim Challenge em Ilhabela alguns anos atrás.

Além do ter que se adaptar ao ambiente escuro, há menos focos de luz para o atleta que for encarar esse desafio. Por isso, ter um céu limpo e sem nuvens é essencial para a realização de uma boa travessia noturna. E foi justamente isso que aconteceu na Fuga ao Luar. Com céu aberto os atletas conseguiram se guiar através da luz da lua e também por duas luzes no canto direito da praia, no sentido de quem sai das Ilhas rumo a Barra do Sahy. Fora o apoio de caiaques e stand ups luminosos ao longo do percurso.

Lilian Abram e Fabiana D’Orto – Foto: Ricardo Augusto

O ponto de encontro dos nadadores foi a Pousada Aldeia do Sahy. De lá eles foram de barco até as Ilhas para largarem. Todos seguiram em direção a Praia do Sahy, num percurso semelhante a Travessia da Fuga da Ilhas que aconteceu no dia seguinte. No meio do trajeto pararam algumas vezes para observar a lua e curtir a bela noite em São Sebastião. E claro, aproveitaram para conversar e dar risadas como todo grupo de bons amigos.

E todo este clima de descontração também foi essencial para transformar a Fuga ao Luar numa experiência única. “A equipe do Viva Aventura nos recebeu com acessórios e maquiagens fosforescentes, transformando o que era pra ser uma natação noturna, numa verdadeira festa neon entre amigos, muito criativa e colorida. E ainda fomos premiados com uma belíssima noite de lua e estrelas, que iluminavam lindamente o mar”, disse Lilian Abram que também esteve entre os participantes do desafio.

Fuga ao Luar – Foto: Ricardo Augusto

A camaradagem entre os nadadores é justamente um dos objetivos do evento que busca uma maior interação entre os atletas. “Como não se tratava de competição, mas de passeio, o clima era amistoso e descontraído. Parecia uma festa no mar, em pleno sábado à noite. Nos pintamos com tintas que brilhavam no escuro, colocamos pulseiras de neon e demos muita risada. No meio do trajeto, paramos para contemplar a lua crescente e nos sentimos muito felizes por estarmos imersos em pleno mar aberto olhando para aquele céu maravilhoso. Foi perfeito”, conta Fabiana.

Ao chegar na Praia da Barra do Sahy os nadadores fizeram uma confraternização para celebrar o sucesso da empreitada, uma experiência que ficará marcada para todos. “Sem dúvida, essa travessia ao luar foi uma das mais belas e marcantes experiências que já vivi”, disse Lilian. “Participar dos passeios promovidos pelo Viva A Aventura é algo bem diferente das competições de águas abertas. Nos passeios, você tem a oportunidade de conhecer melhor outros nadadores, fazer novas amizades com pessoas que possuem a mesma paixão que você e trocar experiências”, completa Fabiana.

Atletas bem iluminados – Foto: Ricardo Augusto

E essa oportunidade poderá ser feita novamente no próximo fim de semana com a realização da quarta etapa do Viva a Aventura, com a realização da descida a nado de 10 km no Rio Guaratuba, em Bertioga, em meio a Mata Atlântica. Para mais informações sobre esse desafio clique aqui.

Com a realização de mais um passeio aquático inédito e aprovado por quem participou dessa aventura, não irá faltar pedidos para que novos desafios noturnos nas águas abertas sejam realizados!

Tags

Águas abertas Barra do Sahy Fabiana D'Orto Fuga ao Luar Liliam Abram natacao Ricardo Augusto Viva a Aventura

Guilherme Freitas

Jornalista sênior da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas